ATIVIDADE FÍSICA PARA PORTADORES DO VÍRUS HIV: INVESTIGANDO A REALIDADE JATEIENSE

  • Gislaine Emilia Leite
  • Renata Machado de Assis Gori

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que investigou a existência e a importância da prática de atividades físicas no tratamento e na vida cotidiana de dez pacientes soropositivos, residentes em Jataí-GO. Nenhum deles possui o hábito de realizar atividades físicas, embora nove tenham demonstrado interesse por essa prática, enumerando, inclusive, benefícios físicos e psicológicos que este tipo de atividade em grupo poderia proporcionar. Foi interessante perceber que a concepção que os pacientes investigados apresentaram sobre os exercícios físicos não é vinculada aos benefícios estéticos e de performance, mas sim à manutenção da saúde e da integridade física e, principalmente, relacionada aos benefícios de convívio social e melhora da auto-estima. PALAVRAS-CHAVE: Atividade física – AIDS – Doença.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
15-11-2006
Como Citar
Leite, G., & de Assis Gori, R. (2006). ATIVIDADE FÍSICA PARA PORTADORES DO VÍRUS HIV: INVESTIGANDO A REALIDADE JATEIENSE. Pensar a Prática, 7(1), 11-26. https://doi.org/10.5216/rpp.v7i1.63
Seção
Artigos Originais