Associação entre bullying e variáveis sóciodemograficas de adolescentes de cidades pequenas do interior de Santa Catarina (SC) – Brasil

Autores

  • Marcela Almeida Zequinão Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, marcelazequinão@gmail.com
  • Beatriz Pereira Universidade do Minho, Centro de Investigação em Estudos da Criança, Braga, Portugal, beatriz@ie.uminho.pt
  • Maria Teresa Ceron Trevisol Universidade do Oeste de Santa Catarina, Joaçaba, Santa Catarina, Brasil, mariateresa.trevisol@unoesc.edu.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v23.59093

Palavras-chave:

Bullying, Adolescentes, Atividade física

Resumo

Objetivo: analisar o bullying e as associações com variáveis sociodemográficas de adolescentes do interior de SC. Método: participaram 539 adolescentes do Oeste de SC. As variáveis sociodemográficas e os papéis de participação no bullying foram identificados pelo Questionário de Olweus. Resultado: verificou-se 22,8% de ocorrência de bullying com vítimas, agressores e vítimas-agressoras. Papéis no bullying associaram-se a sexo e prática de atividade física, com os meninos mais envolvidos em todos os papéis e os agressores e as vítimas-agressoras os que mais praticavam atividade física. Conclusão: a participação no bullying em cidades do interior é semelhante a nacional. Ressalta-se a importância de direcionamento das atividades físicas de forma assertiva para combater o bullying.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-10-2020

Como Citar

Zequinão, M. A., Pereira, B., & Trevisol, M. T. C. (2020). Associação entre bullying e variáveis sóciodemograficas de adolescentes de cidades pequenas do interior de Santa Catarina (SC) – Brasil. Pensar a Prática, 23. https://doi.org/10.5216/rpp.v23.59093

Edição

Seção

Artigos Originais