Aspectos sobre a esportivização, mercantilização e espetacularização dos jogos eletrônicos

  • MATHEUS BORSATO Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, Paraná, Brasil
  • MARCOS ROBERTO BRASIL Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, Paraná, Brasil
  • VERONICA VOLSKI MATTES Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, Paraná, Brasil
  • VINICIUS MACHADO DE OLIVEIRA Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, Paraná, Brasil
  • JULIANO DE SOUZA Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, Paraná, Brasil
Palavras-chave: Jogos Eletrônicos. E-Sports. Pierre Bourdieu. Anthony Giddens.

Resumo

Os esportes eletrônicos têm-se tornado uma prática esportiva relevante, tanto em sua organização na esfera profissional, quanto nas questões que desperta no âmbito acadêmico. Nesses termos, o objetivo do artigo foi apresentar indícios acerca do processo de esportivização, mercantilização e espetacularização dos e-Sports. Para dar conta da investigação, reunimos fontes a partir do método exploratório a caracterizar o desenvolvimento dos jogos eletrônicos como uma nova prática esportiva, especificamente como um subcampo esportivo, levantando dados históricos a respeito de sua evolução como prática social, tendo como suporte teórico as contribuições da sociologia de Pierre Bourdieu, aliadas às análises de Anthony Giddens como ponto de sustentação teórica complementar.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
21-07-2020
Como Citar
BORSATO, M., BRASIL, M. R., MATTES, V. V., DE OLIVEIRA, V. M., & DE SOUZA, J. (2020). Aspectos sobre a esportivização, mercantilização e espetacularização dos jogos eletrônicos. Pensar a Prática, 23. https://doi.org/10.5216/rpp.v23.57704
Seção
Ensaios