Scoping review: práticas corporais na atenção básica em saúde

Autores

  • Ana Paula Dahlke Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, anapauladahlke@hotmail.com
  • Fabiana Fernandes Vaz Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, fabianavaz@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v23.54908

Palavras-chave:

Práticas Corporais, Atenção Primária à Saúde, Promoção da Saúde, Sistema Único de Saúde

Resumo

As práticas corporais (PC) foram introduzidas no âmbito da saúde pública pela Política Nacional de Promoção da Saúde, em 2006. Utilizando o método scoping review, objetivamos investigar as PC propostas na Atenção Básica, de 2006 a 2015. Selecionamos 24 estudos dentre 1168 resgatados pela busca inicial. As PC mais relatadas foram a dança, o alongamento, as práticas orientais e a caminhada e, a maioria, foi escolhida de acordo com a experiência do profissional que conduziu a atividade. Os locais utilizados foram as unidades de saúde e arredores. Parte das intervenções foram conduzidas por estagiários e o profissional de educação física teve a participação mais preeminente nas intervenções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-17

Como Citar

DAHLKE, A. P.; VAZ, F. F. Scoping review: práticas corporais na atenção básica em saúde. Pensar a Prática, Goiânia, v. 23, 2020. DOI: 10.5216/rpp.v23.54908. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/54908. Acesso em: 21 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Revisão