Barreiras à prática de atividades físicas no lazer de brasileiros: revisão sistematizada

  • Valéria Rieger Vieira Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Junior Vagner Pereira da Silva
Palavras-chave: lazer, educação física

Resumo

A prática de atividade física se configura como importante fator para a redução das Doenças Crônicas não Transmissíveis, porém dados evidenciam que parte considerável da população brasileira se encontra fisicamente inativa. A adesão ao estilo de vida pautado no baixo envolvimento com atividades físicas pode estar relacionada a diferentes fatores que agem como barreiras (ambientais, sociais, físicas e comportamentais). O objetivo foi analisar os fatores limitadores e impeditivos (barreiras) à prática de atividades físicas no lazer de brasileiros. Trata-se de uma pesquisa de revisão de literatura sistemática, com abordagem qualitativa, do tipo longitudinal. Foram realizadas buscas nas bases do Lilacs, Scielo, PubMed, MedLine e Google acadêmico, com delimitação do período (2005-2018), estratificando os resultados por faixa etária (adolescentes, adultos e idosos). Entre os adolescentes as principais barreiras identificadas foram o clima inadequado, a falta de companhia, as limitações físicas e a falta de interesse em praticar; entre os adultos o clima inadequado, a falta de companhia, o cansaço físico e falta de interesse em praticar; e entre os idosos o ambiente insuficientemente seguro, a falta de companhia, as limitações físicas e o medo de se lesionar.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
14-11-2019
Como Citar
Vieira, V. R., & da Silva, J. V. P. (2019). Barreiras à prática de atividades físicas no lazer de brasileiros: revisão sistematizada. Pensar a Prática, 22. https://doi.org/10.5216/rpp.v22.54448
Seção
Artigos de Revisão