ENTRE UM IDEAL ÉTICO E ESTÉTICO: AS ATLETAS EM CAMPEONATOS DE FITNESS E FISICULTURISMO

  • Valleria Araujo de Oliveira Universidade de Brasília - UNB
  • Ana Márcia Silva Universidade Federal de Goiás
  • Dulce Filgueira de Almeida Universidade de Brasília
Palavras-chave: Fisiculturismo, Feminilidades, Corpo.

Resumo

O objetivo do artigo é compreender o projeto de construção corporal de atletas de fitness e fisiculturistas no que diz respeito às suas identificações e relação de pertencimento ao grupo social. Para tanto, realizou-se uma pesquisa etnográfica, com a utilização da observação direta e diário de campo, em campeonatos de musculação fitness e de fisiculturismo no estado de Goiás/Brasil. Os dados indicam que a “cultura do músculo” é tomada como um elemento definidor dos padrões corporais das atletas que buscam corpos definidos e músculos como padrão de identificação pessoal. De outra parte, ademais da disciplina e dos sacrifícios, o reconhecimento no grupo contribui para reforçar as subjetividades das atletas e autodenominação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valleria Araujo de Oliveira, Universidade de Brasília - UNB

Doutoranda em Educação Física pela Universidade de Brasília – UNB.

Ana Márcia Silva, Universidade Federal de Goiás
Professora da Faculdade de Educação Física e Dança da Universidade Federal de Goiás. Coordena o Laboratório Physis de Pesquisa em Educação Física, Sociedade e Natureza (Labphysis), vinculado a Rede Cedes do Estado de Goiás.
Dulce Filgueira de Almeida, Universidade de Brasília
Professora da Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília. Coordena o Núcleo de Estudos do Corpo e Natureza (Necon), vinculado à Rede Cedes do Distrito Federal.
Publicado
26-09-2019
Como Citar
Oliveira, V., Silva, A. M., & Almeida, D. (2019). ENTRE UM IDEAL ÉTICO E ESTÉTICO: AS ATLETAS EM CAMPEONATOS DE FITNESS E FISICULTURISMO. Pensar a Prática, 22. https://doi.org/10.5216/rpp.v22.52582
Seção
Artigos Originais