A participação de jovens com deficiência visual em aulas de Educação Física: experiências na rede regular e em instituições especializadas

  • Otávio Luis Piva da Cunha Furtado Universidade de São Paulo, Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto
  • Márcio Pereira Morato Universidade de São Paulo, Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto
  • Gustavo Luis Gutierrez Departamento de Atividade Física Adaptada, Faculdade de Educação Física – UNICAMP
  • Maria Luíza Tanure Alves Departamento de Atividade Física Adaptada, Faculdade de Educação Física – UNICAMP
Palavras-chave: Transtornos da Visão. Exercício. Educação Física e Treinamento

Resumo

Este estudo buscou analisar a participação de alunos cegos e com baixa visão em aulas de Educação Física. A coleta de dados contou com aplicação de questionário a 50 jovens praticantes de goalball (27 meninas), com idade entre 13 e 19 anos. Os achados apontaram acentuada redução da participação nas aulas de Educação Física na Rede Regular na medida em que aumentava a limitação visual. As principais barreiras destacadas foram: a falta de colaboração dos colegas, o medo de se machucar, a falta de capacitação dos professores. A prática de modalidades paralímpicas foi predominante nas Instituições de ensino especializado, enquanto que na Rede Regular somente modalidades coletivas convencionais eram praticadas. Tal cenário, portanto, não corresponde ao ideal de inclusão educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Otávio Luis Piva da Cunha Furtado, Universidade de São Paulo, Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto
Pós-doutorando na Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto - USP. Doutor em Atividade Física Adaptada pela FEF - Unicamp. Pesquisador nas áreas: Atividade Física e Saúde para Pessoas com Necessidades Especiais, Deficiência Visual e Esportes Paralímpicos.
Márcio Pereira Morato, Universidade de São Paulo, Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto

Docente da Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto - USP. Doutor em Atividade Física Adaptada pela FEF - Unicamp. Pesquisador nas áreas: Pedagogia do Esporte, Análise do Jogo, Esportes Coletivos e Paralímpicos.

Gustavo Luis Gutierrez, Departamento de Atividade Física Adaptada, Faculdade de Educação Física – UNICAMP

Docente da Faculdade de Educação Física – UNICAMP. Doutor em Administração (Organizações e Recursos Humanos) pela FGV de São Paulo. Pesquisador nas áreas: Qualidade de Vida e Inclusão de Grupos com Necessidades Especiais.

Maria Luíza Tanure Alves, Departamento de Atividade Física Adaptada, Faculdade de Educação Física – UNICAMP

Docente da Faculdade de Educação Física – UNICAMP. Doutora em Atividade Física Adaptada pela FEF – Unicamp. Pesquisadora nas áreas: Educação Física Escolar, Inclusão, Educação Física Adaptada eDeficiência Visual.

Publicado
18-04-2019
Como Citar
Furtado, O., Morato, M., Gutierrez, G., & Alves, M. L. (2019). A participação de jovens com deficiência visual em aulas de Educação Física: experiências na rede regular e em instituições especializadas. Pensar a Prática, 22. https://doi.org/10.5216/rpp.v22.51682
Seção
Artigos Originais