INTERVENÇÃO MOTORA E DESENVOLVIMENTO INFANTIL: UMA REVISÃO NARRATIVA ENVOLVENDO PROGRAMAS SEM ABORDAGENS MOTIVACIONAIS E COM O CLIMA DE MOTIVAÇÃO PARA A MAESTRIA

  • Glauber Carvalho Nobre Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança
  • Nadia Cristina Valentini Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

O objetivo foi revisar na literatura as pesquisas que implementaram programas de intervenção motora, sobretudo, àquelas com o clima de motivação para a maestria (CMM). Método: as bases de dados SciELO, Sportdisscus, LILASC, Pubmed, Google acadêmico e Periódicos Capes foram pesquisadas. Foram realizadas busca manuais nas referências dos estudos publicados. O CMM é ima importante estratégia para a promoção do desenvolvimento integral de crianças uma vez que oportunizam a exploração da tarefa respeitando os recursos, geram nas crianças sentimentos positivos tais como orgulho, satisfação, autonomia e motivação para conquista, proporcionam a construção realista e positiva do autoconceito, autoestima e autocompetência percebida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glauber Carvalho Nobre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança

Graduado em Educação Física pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE. Especialista em Fisiologia do Exercício e Treinamento Desportivo pela Universidade Castelo Branco - Rio de Janeiro - UCB. Mestre em Ciências do Movimento Humano pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Doutorando em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Membro do grupo de Avaliações e Intervenções Motoras da UFRGS e Desenvolvimento Motor e Saúde da Criança e do Adolescente do IFCE. Atua nas linhas de Cineantropometria, Psicologia do Esporte e do Exercício e Comportamento Motor. Estuda aspectos do desenvolvimento de crianças e adolescentes.

Nadia Cristina Valentini, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui Pós-Doutorado na School of Public Health - University of Maryland - EUA e Doutorado e Mestrado em Health and Human Performance - ênfase no Comportamento Motor pela Auburn University - EUA e graduação em Educação Física. Professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul atuando na Graduação e no Programa de Pós Graduação em Ciências do Movimento Humano com orientação de alunos de mestrado e doutorado. O principal enfoque de sua pesquisa e o desenvolvimento motor de crianças de risco e ou em situação de vulnerabilidade socioeconômica. As pesquisas são voltadas a avaliação do desenvolvimento e intervenção quando atrasos e riscos são detectados. Atua também em pesquisas nas escolas públicas na implementação de estratégias curriculares e programas compensatórios. É coordenadora do Programa de Pós- Graduação em Ciências do Movimento Humano, do Grupo de pesquisa em Avaliações e Intervenções Motoras e coordenadora do curso de especialização em Motricidade Infantil da UFRGS.

 
Publicado
27-12-2018
Como Citar
Carvalho Nobre, G., & Valentini, N. C. (2018). INTERVENÇÃO MOTORA E DESENVOLVIMENTO INFANTIL: UMA REVISÃO NARRATIVA ENVOLVENDO PROGRAMAS SEM ABORDAGENS MOTIVACIONAIS E COM O CLIMA DE MOTIVAÇÃO PARA A MAESTRIA. Pensar a Prática, 21(4). https://doi.org/10.5216/rpp.v21i4.50870
Seção
Artigos de Revisão