DANÇA E EDUCAÇÃO: DIMENSÕES ÉTICO-ESTÉTICAS DO CORPO

  • Vitor Hugo Marani Universidade Federal de Mato Grosso - Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA)
  • Antonio Carlos Monteiro de Miranda Universidade Estadual de Maringá
Palavras-chave: Dança. Dimensão Ético-Estética. Educação.

Resumo

O texto foi orientado pelas interfaces entre dança e educação, a fim de problematizar as dimensões ético-estéticas do corpo no contexto do ensino da dança na escola. Especificamente, atentou-se à reflexão sobre o ensino da dança na escola e à discussão referente à dimensão ético-estética do corpo se instaura como elemento educacional para se pensar a dança como meio para unir sensibilidade à racionalidade. Para tanto, a pesquisa, de caráter bibliográfico, foi guiada por leituras de obras relacionadas à dança, à educação ao sentido ético-estético do corpo. Concluiu-se que a educação ético-estética por meio da dança pode contribuir para a valorização do sensível e da criação na cultura do corpo como formas de mudança no paradigma da dança no tempo-espaço escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Hugo Marani, Universidade Federal de Mato Grosso - Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA)
Doutorando em Educação Física (UEM). Docente do Departamento de Educação Física da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT/CUA)
Antonio Carlos Monteiro de Miranda, Universidade Estadual de Maringá
Doutor em Educação Física (UEM). Docente do Departamento de Educação Física da Universidade Estadual de Maringá (UEM)
Publicado
27-12-2018
Como Citar
Marani, V. H., & Monteiro de Miranda, A. C. (2018). DANÇA E EDUCAÇÃO: DIMENSÕES ÉTICO-ESTÉTICAS DO CORPO. Pensar a Prática, 21(4). https://doi.org/10.5216/rpp.v21i4.50211
Seção
Artigos de Revisão