A NOVA CLASSE TRABALHADORA VAI AO ENSINO SUPERIOR: UM RETRATO DAS LICENCIATURAS EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

Palavras-chave: Educação Física, Licenciatura, Privatização, Classe Social

Resumo

O objetivo do trabalho foi apresentar o panorama da privatização das licenciaturas em Educação Física (EF) no Estado do Espírito Santo (ES) e o perfil dos estudantes que freqüentam estes cursos. Foi feita uma pesquisa documental, tendo como fonte o Censo de Ensino Superior/2015, os cursos cadastrados no Brasil, os relatórios do ENADE/14 e o Ranking das universidades brasileiras/2017. Os dados foram interpretados a luz dos conceitos de Pierre Bourdieu e Bernard Lahire. Os resultados indicam que 96,5% dos cursos no ES estão na rede privada. Os estudantes pertencem à “nova classe trabalhadora” brasileira, vieram da escola pública e com baixo capital cultural familiar. Isso traz à tona a necessidade de repensar as práticas didático-pedagógicas nos cursos de EF.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra Galve Gerez, Universidade Federal do Espírito Santo
Doutoranda no Programa de Educação Fisica da UFES. Linha de pesquisa: Educação Física, Cotidiano, Currículo e Formação Docente. Integrante do Laboratório de Estudos e Pesquisa em Educação Fisica - LESEF/UFES
Valter Bracht, Universidade Federal do Espírito Santo
Prof. Titular da Universidade Federal do Espírito Santo. Docente da Pós Graduação em Educação Física - UFES
Publicado
28-09-2018
Como Citar
Gerez, A., & Bracht, V. (2018). A NOVA CLASSE TRABALHADORA VAI AO ENSINO SUPERIOR: UM RETRATO DAS LICENCIATURAS EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Pensar a Prática, 21(3). https://doi.org/10.5216/rpp.v21i3.49993
Seção
Artigos Originais