ENERGY EXPENDITURE IN STRENGTH TRAINING: A CRITICAL APPROACH

  • Carlos Leandro Tiggemann UNIVATES e Faculdade da Serra Gaúcha
  • Ronei Silveira Pinto Programa de Pós Graduação em Ciências do Movimento Humano Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Matias Noll Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Maira Cristina Wolf Schoenell Grupo de Pesquisas em Atividade Aquáticas e Terrestres Programa de Pós Graduação em Ciências do Movimento Humano Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Luiz Fernando Martins Kruel Grupo de Pesquisas em Atividade Aquáticas e Terrestres Programa de Pós Graduação em Ciências do Movimento Humano Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Energy expenditure in strength training has been the subject of several studies over the last decades. However, the evaluated protocols present important and significant differences, making it impossible to compare them and reach definitive conclusions. The use of work units (sets x repetitions x load), adding the exercise execution and recovery phase, seems to allow for a better for the understanding of energy expenditure in strength training, being that energy expenditure increases with increasing work level. This, together with the use of observed absolute values (kcal or liters of O2) instead of relative values (kcal/min), may allow for a better understanding of the influence on different variables.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Leandro Tiggemann, UNIVATES e Faculdade da Serra Gaúcha

Doutor em Ciências do Movimento Humano - UFRGS

Grupo de Pesquisas em Atividade Aquáticas e Terrestres

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Ronei Silveira Pinto, Programa de Pós Graduação em Ciências do Movimento Humano Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Prof Doutor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Matias Noll, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestre em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, possui graduação em Educação Física pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Atletismo, Futsal e Futebol, Treinamento desportivo , Preparação Física, Fisiologia do exercício, Educação Postural e Biomecânica.

Maira Cristina Wolf Schoenell, Grupo de Pesquisas em Atividade Aquáticas e Terrestres Programa de Pós Graduação em Ciências do Movimento Humano Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutoranda em Ciências do Movimento Humano - UFRGS
Luiz Fernando Martins Kruel, Grupo de Pesquisas em Atividade Aquáticas e Terrestres Programa de Pós Graduação em Ciências do Movimento Humano Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Prof Doutor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Publicado
30-06-2017
Como Citar
Leandro Tiggemann, C., Silveira Pinto, R., Noll, M., Cristina Wolf Schoenell, M., & Fernando Martins Kruel, L. (2017). ENERGY EXPENDITURE IN STRENGTH TRAINING: A CRITICAL APPROACH. Pensar a Prática, 20(2). Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/44322
Seção
Ensaios