ESPORTES NÁUTICOS, IDENTIDADES CULTURAIS E O POSITIVISMO NO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Carolina Fernandes da Silva Universidade Federal de Viçosa
  • Janice Zarpellon Mazo Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Mayara da Silva Miranda Araujo Carneiro Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v20i4.43472

Palavras-chave:

História do Esporte. Remo. Clubes. Identidades.

Resumo

Resumo: O presente estudo busca investigar como os clubes esportivos náuticos assimilaram representações sul-rio-grandenses no início do século XX. Os clubes esportivos náuticos no Rio Grande do Sul (RS) foram implantados por imigrantes europeus. A partir do contato cultural que ocorreu entre os imigrantes, novas identidades foram compostas. Neste contexto se constituiu as identidades sul-rio-grandenses dos clubes com novas representações no cenário esportivo. O corpus documental foi constituído de fontes impressas, extraídas de documentos oficiais dos clubes e jornais que circulavam pelo estado. A análise das fontes ocorreu através do software ATLAS.ti 7.5.6. Por meio da interpretação do cenário dos clubes náuticos no RS é possível perceber que o estado era heterogêneo culturalmente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Fernandes da Silva, Universidade Federal de Viçosa

Professora da Universidade Federal de Viçosa. Professora visitante da Universität Leipzig, na Alemanha. Pós-doutoranda em Ciências do Movimento Humano, no PPGCMH da UFRGS. Doutora em Ciências do Movimento Humano no PPGCMH/ESEF/UFRGS, com bolsa CAPES e período sanduíche na Charles University em Praga na República Tcheca. Mestre em Ciências do Movimento Humano. Especialista em Cinesiologia pela ESEF/ UFRGS. Licenciada em Educação Física pela Universidade da Região da Campanha. Pesquisadora do Núcleo de Estudos em História do Esporte e da Educação Física- NEHME- ESEF/UFRGS. Membro da Academia Olímpica Brasileira, participante do 19th International Seminar on Olympic Studies for Postgraduate Students of the International Olympic Academy, ocorrido em Olímpia - Grécia. Membro pesquisadora da Academia Paralímpica Brasileira. Atuando principalmente nos seguintes temas: Estudos históricos e socioculturais do Esporte, da Educação Física, do Esporte Paralímpico e área Didático-Pedagógica. 

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4505740998626100

Janice Zarpellon Mazo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto (UP). Mestre em Ciência do Movimento Humano (UFSM). Licenciada em Educação Física . Professora associada da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança (ESEFID) da UFRGS. Realiza pesquisas em História do Esporte e da Educação Física, além de estudos históricos e socioculturais sobre o esporte paralímpico e o esporte adaptado.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7818878255873591

Mayara da Silva Miranda Araujo Carneiro, Universidade Federal de Viçosa

Graduanda em Educação Física pela Universidade Federal de Viçosa

Downloads

Publicado

22-12-2017

Como Citar

da Silva, C. F., Mazo, J. Z., & da Silva Miranda Araujo Carneiro, M. (2017). ESPORTES NÁUTICOS, IDENTIDADES CULTURAIS E O POSITIVISMO NO RIO GRANDE DO SUL. Pensar a Prática, 20(4). https://doi.org/10.5216/rpp.v20i4.43472

Edição

Seção

Artigos Originais