PIBID E FORMAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: NOTAS DE UMA ETNOGRAFIA

Autores

  • Tiago Nunes Medeiros Faculdade Cenecista de Osório - FACOS
  • Gabriel Gules Goularte
  • Leandro Oliveira Rocha
  • Fabiano Bossle

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v20i4.40409

Palavras-chave:

Educação, Etnologia, Cultura, Política Social.

Resumo

Este estudo objetiva compreender a formação inicial de professores de Educação Física na perspectiva do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. O desenho teórico-metodológico da etnografia nos permitiu interpretar os aspectos simbólicos compartilhados pelos bolsistas participantes do Programa inseridos em três escolas de uma Rede de Ensino do interior do Rio Grande do Sul. A partir da perspectiva teórica dos Estudos Educacionais Críticos realizamos uma descrição densa dos significados das aulas de Educação Física e interpretamos que há produção de significados compartilhados pelos participantes do estudo que diferem daqueles que embasam algumas teorias que sustentam a pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Nunes Medeiros, Faculdade Cenecista de Osório - FACOS

Graduado em Educação Física - UNISINOS;

Especialista em Pedagogia do Esporte - FACOS;

Mestre em Ciência do Movimento Humano - UFRGS.

Downloads

Publicado

22-12-2017

Como Citar

Medeiros, T. N., Goularte, G. G., Rocha, L. O., & Bossle, F. (2017). PIBID E FORMAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: NOTAS DE UMA ETNOGRAFIA. Pensar a Prática, 20(4). https://doi.org/10.5216/rpp.v20i4.40409

Edição

Seção

Artigos Originais