O BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ASPECTOS DE UMA EDUCAÇÃO DO CORPO E DE GÊNERO

Autores

  • Rosana Mancini Vieira Faculdade de Educação Física - UNICAMP
  • Helena Altmann Faculdade de Educação Física - UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v19i1.39027

Palavras-chave:

Educação Infantil, Brincar, Educação do corpo, Relações de gênero

Resumo

O presente artigo busca investigar como o brincar vem sendo compreendido pela produção de conhecimento da Educação Infantil, destacando como esta concebe sua importância e o que ela demonstra a respeito das práticas cotidianas. Procuramos também evidenciar como a educação do corpo e as relações de gênero permeiam estas questões, constituindo as experiências que as crianças vivenciam. Realizamos a análise da produção divulgada em oito periódicos nacionais entre 1996 e 2014. Esta análise nos revela um movimento em defesa da valorização do brincar que muitas vezes não tem seu espaço e tempo priorizados na rotina escolar, bem como a presença de uma educação do corpo que incide de forma diferente nos corpos de meninos e meninas e também nas experiências vividas por estes no brincar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosana Mancini Vieira, Faculdade de Educação Física - UNICAMP

Mestranda em Educação Física pela Faculdade de Educação Física da UNICAMP. Graduada em Educação Física pela Faculdade de Educação Fìsica UNICAMP.

http://lattes.cnpq.br/6703031753377813

Helena Altmann, Faculdade de Educação Física - UNICAMP

Professora doutora da  Faculdade de Educação Física da UNICAMP, e professora do Programa de Pós-graduação em Educação. Coordenadora do GTT Gênero do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (2015-2017).

http://lattes.cnpq.br/5864710654350240

Downloads

Publicado

31-03-2016

Como Citar

Vieira, R. M., & Altmann, H. (2016). O BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ASPECTOS DE UMA EDUCAÇÃO DO CORPO E DE GÊNERO. Pensar a Prática, 19(1). https://doi.org/10.5216/rpp.v19i1.39027

Edição

Seção

Artigos Originais