PROGRAMA SEGUNDO TEMPO E O PAPEL DAS PREFEITURAS NA SUA DIFUSÃO

  • Edmilson Santos Santos UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
  • Jean Carlo Andrade UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
  • Roberto Silva Santos UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
Palavras-chave: Política Pública, Esporte, Implementação.

Resumo

Passados dez anos de implementação do Programa Segundo Tempo, pelo Ministério do Esporte, e, dada sua importância como uma política associada ao bem-estar infantil e juvenil, torna-se necessário examinar o papel das prefeituras na sua difusão, objetivo principal deste artigo. Os resultados obtidos indicam que os incentivos à descentralização se apresentam de forma ainda muito tímida, não mobilizando a atenção dos gestores municipais. Nesse caso, a desatenção dos gestores compromete o bem-estar infantil e juvenil e promovem o acirramento da desigualdade de acesso ao desporto educacional e na melhoria da qualidade de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edmilson Santos Santos, UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO

Licenciado em Educação Física (1987), Mestrado e Doutorado em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1998-2011). Atualmente é professor do Colegiado de Educação Física, coordenador de área do Programa de Iniciação à Docência (PIBID), e Assessor Especial do Gabinete da Reitoria da Universidade Federal do Vale do São Francisco. Desenvolve estudos na área de políticas públicas de educação, de esporte e de lazer. É membro da Associação Brasileira de Ciência Política.

http://lattes.cnpq.br/3343812582438699

Jean Carlo Andrade, UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO

Estudante de graduação do curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Bolsista de iniciação científica da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas Publicas de Educação, Esporte e Lazer (GEPPOL) e da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Atua em programas de incetivo ao esporte educacional do governo federal.

http://lattes.cnpq.br/4432011449014520

Roberto Silva Santos, UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO

Estudante de graduação do Curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Bolsista de Iniciação Cientifica da Fundação de Amparo a Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco. Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Políticas Publicas de Educação, Esporte e Lazer (GEPPOL) e Sócio da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP).

http://lattes.cnpq.br/0894594363570528

Publicado
30-12-2014
Como Citar
Santos, E. S., Andrade, J. C., & Santos, R. S. (2014). PROGRAMA SEGUNDO TEMPO E O PAPEL DAS PREFEITURAS NA SUA DIFUSÃO. Pensar a Prática, 17(4). https://doi.org/10.5216/rpp.v17i4.29020
Seção
Artigos Originais