A TEORIA/CONCEPÇÃO SISTÊMICA: UMA PERSPECTIVA CRÍTICA NA PEDAGOGIA

Autores

  • Marcelo Guina Ferreira

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v3i0.27

Resumo

?Inicialmente pensado para ser uma resenha do livro Educação Física e sociedade, em que encontramos parte essencial da construção teórica da chamada concepção sistêmica de educação física, este artigo amplia seus limites e dialoga com algumas outras produções no âmbito desta que pretende ser uma ‘sociologia (sistêmica) da educação física’. Nossas considerações se direcionam para aspectos epistemológicos, políticos e pedagógicos desta teoria. Argumentamos que: a) ela aponta elementos metodológicos que contribuem com o discurso crítico em EF; b) encontra-se atravessada tanto por pressupostos que identificam o discurso crítico quanto por aqueles que demarcam uma postura conservadora; c) uma perspectiva sociológica com base na teoria dos sistemas possui fatores limitantes para o desenvolvimento de algo como uma uma ‘sociologia da EF’. PALAVRAS-CHAVE: concepção sistêmica, sociologia, educação física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-11-2006

Como Citar

Ferreira, M. G. (2006). A TEORIA/CONCEPÇÃO SISTÊMICA: UMA PERSPECTIVA CRÍTICA NA PEDAGOGIA. Pensar a Prática, 3, 36–52. https://doi.org/10.5216/rpp.v3i0.27

Edição

Seção

Artigos Originais