SÍNDROME DE BURNOUT EM PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA REGIÃO NORDESTE DO PARÁ

Autores

  • Daniel Alvarez Pires Universidade Federal do Pará
  • Paulo Augusto Pimentel Monteiro Prefeitura Municipal de Terra Alta
  • Diego Rodrigues Alencar

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v15i4.15654

Palavras-chave:

Esgotamento Profissional. Educação Física e Treinamento. Docentes.

Resumo

Os objetivos da pesquisa consistiram em mensurar as dimensões de Burnout em professores de Educação Física do Nordeste do Pará, bem como comparar os índices entre os gêneros e entre os professores formados e em formação. A amostra foi composta por 40 docentes de Educação Física. Foram empregados o Maslach Burnout Inventory para Educadores e um questionário sociodemográfico. Os dados foram analisados através da estatística descritiva e do teste t de Student. Foram encontrados valores intermediários das dimensões de Burnout. Não foram encontradas diferenças significativas entre os gêneros, ao passo que os professores formados apresentaram maior valor de exaustão emocional. Os achados apontam maior possibilidade de desenvolvimento de Burnout em professores com formação superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Alvarez Pires, Universidade Federal do Pará

Mestre em Educação Física. Professor da Universidade Federal do Pará - Campus de Castanhal.

Paulo Augusto Pimentel Monteiro, Prefeitura Municipal de Terra Alta

Professor de Educação Física

Diego Rodrigues Alencar

Professor de Educação Física

Downloads

Publicado

26-12-2012

Como Citar

Pires, D. A., Monteiro, P. A. P., & Alencar, D. R. (2012). SÍNDROME DE BURNOUT EM PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA REGIÃO NORDESTE DO PARÁ. Pensar a Prática, 15(4). https://doi.org/10.5216/rpp.v15i4.15654

Edição

Seção

Artigos Originais