REGULAMENTAÇÃO E GESTÃO DE ESTÁDIOS DE FUTEBOL NO BRASIL

  • Cacilda Mendes dos Santos Amaral
  • Flávia da Cunha Bastos Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Instalações esportivas, Estádios de futebol, Regulamentação

Resumo

As leis brasileiras que dispõem sobre normas de proteção e defesa do torcedor preveem o direito à segurança nos estádios, acessibilidade, higiene e à qualidade das instalações físicas dos estádios, dentre outros fatores (BRASIL, 2003, 2010), mas a realidade está longe disso. Este estudo teve por objetivo analisar as regulamentações brasileiras para estádios de futebol e compará-las com as europeias e a da FIFA. Através de análise documental e bibliográfica constatou-se que as regulamentações brasileiras em comparação com as da UEFA e da FIFA apontam atraso e ineficiência, tanto em termos de adequação da estrutura quanto de serviços nos estádios de futebol. Conclui-se que esta ineficiência é um dos fatores que contribuem para o mau estado em que se encontram os estádios de futebol, resultando em limitações em termos da sua gestão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cacilda Mendes dos Santos Amaral
Bacharel em Esporte e membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Administração Esportiva EEFEUSP
Flávia da Cunha Bastos, Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo

Professora Assitente do Departamento de Esporte da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo

Lider do Grupo de Estudos e Pesquisa em Administração Esportiva EEFEUSP

Publicado
26-12-2011
Como Citar
Amaral, C., & Bastos, F. (2011). REGULAMENTAÇÃO E GESTÃO DE ESTÁDIOS DE FUTEBOL NO BRASIL. Pensar a Prática, 14(3). https://doi.org/10.5216/rpp.v14i3.14613
Seção
Artigos Originais