AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: UMA ANÁLISE A PARTIR DO MODELO DE INTELIGÊNCIA MOTORA

Autores

  • Maria Helena da Silva Ramalho Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Ciências da Saúde e do Esporte
  • Caroline Regina de Almeida Faculdade da Serra Gaúcha, Caxias do sul, Brasil
  • Zenite Machado Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Ciências da Saúde e do Esporte
  • João Otacílio Libardoni dos Santos Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Ciências da Saúde e do Esporte
  • Glauber Carvalho Nobre Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Ciências da Saúde e do Esporte

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v15i4.14528

Palavras-chave:

avaliação, educação física, escolar

Resumo

O objetivo deste estudo descritivo-interpretativo é identificar elementos que constituem os Planos de Ensino e verificar os critérios e indicadores da avaliação dos estudantes de 5º á 8º série de 07 instituições municipais de Farroupilha-RS, analisando sua coerência. Participaram 05 professores do sexo feminino, 06 do sexo masculino, com idades entre 19 e 51 anos. Estes forneceram seus Planos de Ensino e responderam a um questionário de questões abertas. A competência físico-cinestésica mostrou-se preponderante nas avaliações. Observou-se uma tendência em avaliações práticas e teóricas diárias, evidenciando o produto e processo da aprendizagem. Contudo, não encontramos coerência dos critérios e indicadores de avaliação com os conteúdos ministrados descritos nos Planos de Ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Helena da Silva Ramalho, Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Ciências da Saúde e do Esporte

Possui graduação em Licenciatura Plena Em Educação Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1978), mestrado em Educação Física (1989) e doutorado em Educação Física (1996) ambos pela Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente é professora colaboradora da Universidade Estadual de Santa Catariana - UDESC. Tem expereiência em Gestão Educacional, acessibilidade acadêmica e processos inclusivos na educação básica e superior, elaboração, implementação e avaliação de Plano de Desenvolvimento Institucional, Projeto Pedagógico Institucional, Legislação do EnsinoISuperior, Projeto Pedagógico Institucional. No ensino da educação física, nas áreas de conhecimento de desenvolvimento e aprendizagem humana e motora, avaliação da educação física, motricidade infantil, atividade lúdica, educação física infantil e atividade motora adaptada.Nas áreas de extensão e pesquisa, tem experiência em Programas Interdisciplinares nas áreas da integralidade da saúde, abordando a dificuldade de aprendizagem e desenvolvimento nos diferentes ciclos vitais; e, programas integradores institucionais. Avaliadora institucional e de curso pelo INEP.

Caroline Regina de Almeida, Faculdade da Serra Gaúcha, Caxias do sul, Brasil

Graduação em Educação Física pela Faculdade da Serra Gaúcha, Caxias do sul, Brasil.

Zenite Machado, Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Ciências da Saúde e do Esporte

Possui graduação em Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (1976-1978), mestrado em Ciência do Movimento Humano pela Universidade Federal de Santa Maria (1995-1997) e doutorado em Ciências da Motricidade Humana pela Universidade Técnica de Lisboa (2004-2008). Atualmente é professor titular da Universidade do Estado de Santa Catarina. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Comportamento Motor, Crescimento Físico, Estado Nutricional, Atividade Física e Qualidade de Vida.

João Otacílio Libardoni dos Santos, Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Ciências da Saúde e do Esporte

Possui graduação em Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (1976-1978), mestrado em Ciência do Movimento Humano pela Universidade Federal de Santa Maria (1995-1997) e doutorado em Ciências da Motricidade Humana pela Universidade Técnica de Lisboa (2004-2008). Atualmente é professor titular da Universidade do Estado de Santa Catarina. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Comportamento Motor, Crescimento Físico, Estado Nnutricional, Atividade Física e Qualidade de Vida.

Glauber Carvalho Nobre, Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Ciências da Saúde e do Esporte

Atua na área de Educação Física, com ênfase em Comportamento Motor, Cineantropometria e Desempenho Humano, principalmente nos seguintes temas: análise do crescimento físico e estado nutricional, composição corporal, testes neuromusculares e cardiorespiratórios em diversos grupos, avaliação da aptidão física em academias de ginástica/musculação, clubes desportivos e avaliação do desenvolvimento motor de crianças.

Downloads

Publicado

31-12-2012

Como Citar

da Silva Ramalho, M. H., de Almeida, C. R., Machado, Z., Libardoni dos Santos, J. O., & Carvalho Nobre, G. (2012). AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: UMA ANÁLISE A PARTIR DO MODELO DE INTELIGÊNCIA MOTORA. Pensar a Prática, 15(4). https://doi.org/10.5216/rpp.v15i4.14528

Edição

Seção

Artigos Originais