CORPO E CULTURA: A EDUCAÇÃO DO CORPO EM RELAÇÕES DE FRONTEIRAS ÉTNICAS E CULTURAIS E A CONSTITUIÇÃO DA IDENTIDADE BORORO EM MERURI-MT

  • Beleni Saléte Grando

Resumo

Este texto resulta de uma pesquisa sobre a “Educação do Corpo” em contextos interculturais. A pesquisa parte da formação de professores indígenas em Mato Grosso, sustenta-se nos referenciais da Antropologia, da História e da Educação e, numa perspectiva etnográfica, enfoca as práticas corporais cotidianas. Nestas práticas, explicita os múltiplos sentidos e significações da “fabricação da pessoa” no ritual de nominação, na dança e no futebol. A dança é apresentada aqui, como processo polissêmico, no qual as identidades se confrontam num “jogo” que se estabelece nas fronteiras do “nós” e do “eles”, criando novas possibilidades de interação e de educação. PALAVRAS-CHAVE: corporalidade – educação – dança – bororo – intercultura

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
15-11-2006
Como Citar
Grando, B. (2006). CORPO E CULTURA: A EDUCAÇÃO DO CORPO EM RELAÇÕES DE FRONTEIRAS ÉTNICAS E CULTURAIS E A CONSTITUIÇÃO DA IDENTIDADE BORORO EM MERURI-MT. Pensar a Prática, 8(2), 163-180. https://doi.org/10.5216/rpp.v8i2.112
Seção
Artigos Originais