A RE-SIGNIFICAÇÃO DO CORPO PELA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, FACE AO ESTEREÓTIPO DE CORPO IDEAL CONSTRUÍDO NA CONTEMPORANEIDADE

  • Andreia Santos Gonçalves Universidade de Brasilia
  • Aldo Antonio de Azevedo Universidade de Brasilia
Palavras-chave: Corpo, Contemporaneidade, Re-significação, Educação Física Escolar

Resumo

O presente artigo, de cunho interpretativo, apresenta uma reflexão acerca do papel da Educação Física Escolar na re-significação do corpo, face ao estereótipo construído na contemporaneidade. Recorre-se, às contribuições de alguns estudiosos do corpo, em especial, Le Breton, e de algumas idéias de sociólogos como Durkheim e Foucault e do antropólogo Mauss. Aborda-se, também, reflexivamente a questão do corpo, no “fazer” Educação Física, onde o professor e os alunos reúnem possibilidades de re-signifi cação do corpo pela conscientização, superando a fragmentação e propondo a interdisciplinaridade na sua constituição. A reflexão exige, portanto, o reconhecimento da realidade da prática pedagógica da Educação Física na escola, enquanto espaço social emancipatório e não apenas mero reprodutor de práticas a-críticas. PALAVRAS-CHAVE: corpo – contemporaneidade – re-signifi cação – mídia – Educação Física Escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andreia Santos Gonçalves, Universidade de Brasilia
Especialista em Educação Fisica Escolar pela Universidade de Brasilia e atualmente está cursando disciplinas como aluna especial do Curso de Mestrado em Educação Fisica Escolar da Universidade de Brasilia. É técnica em Assuntos Educacionais do Ministério da Educação e lecionou na área de Educação Fisica Escolar durante 6 anos. Realiza no momento pesquisas sobre o corpo, suas representações sociais/culturais/biologicas e suas relações com a educação fisica escolar dentro de um enfoque sociologico.
Aldo Antonio de Azevedo, Universidade de Brasilia
Pós - Doutor em Gestão do Esporte pela Faculdade de Motricidade Humana (FMH) da Universidade Técnica de Lisboa (UTL), Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília (UnB), Mestre em Educação (UnB), Graduado em Educação Física (UnB) e Bacharel em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Professor do Programa de Pós-Graduação e de graduação da Faculdade de Educação Física (FEF/UnB) e do Departamento de Sociologia (UnB).
Publicado
13-09-2007
Como Citar
Gonçalves, A., & de Azevedo, A. (2007). A RE-SIGNIFICAÇÃO DO CORPO PELA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, FACE AO ESTEREÓTIPO DE CORPO IDEAL CONSTRUÍDO NA CONTEMPORANEIDADE. Pensar a Prática, 10(2), 33-51. https://doi.org/10.5216/rpp.v10i2.1083
Seção
Artigos Originais