Performances de gênero e gêneros em performance: reflexões sobre a arte e os corpos de Michel Journiac

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/sec.v24.62516

Resumo

O artigo se apropria tanto de discussões antropológicas quanto das provenientes de outros campos disciplinares, como história da arte e filosofia, para refletir sobre políticas e poéticas relativas a performances de gênero, tendo como material de análise algumas obras dos artistas Marcel Duchamp e, especialmente, Michel Journiac. Para tanto, primeiramente, retomo uma série de elaborações teóricas sobre vestuário e roupa em sua relação com o corpo. Posteriormente, discuto questões relacionadas a práticas de travestimento e experiências que tencionam problemas de gênero no campo artístico. Por fim, analiso as
inextricáveis relações entre roupa, corpo e possibilidades de vida, e transição/transmutação no sentido de propor políticas e poéticas que não operam pelas determinações das ciências psi, em geral acionadas para erigir conceituações sobre prática de travestimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Grunvald, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Doutor em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo e mestre em Antropologia Social pelo Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro. 

Downloads

Publicado

27-05-2021

Como Citar

Grunvald, V. (2021). Performances de gênero e gêneros em performance: reflexões sobre a arte e os corpos de Michel Journiac. Sociedade E Cultura, 24. https://doi.org/10.5216/sec.v24.62516

Edição

Seção

Artigos Livres