Fotografia de cegos: olhar além da visão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/sec.v23i.53796

Palavras-chave:

sentidos, percepção, imagem, fotografia, cegueira

Resumo

Inquietações a respeito do papel da imagem na sociedade atual e a observação de sua preponderância nas relações entre os indivíduos são o ponto de partida para uma reflexão sobre a relação de pessoas cegas com a fotografia. Como uma imagem gerada por um fotógrafo cego se insere no mundo imagético contemporâneo? Neste artigo analiso o catálogo da exposição “Sight Unseen”, que exibiu o trabalho de doze fotógrafos cegos. Procuro compreender como as imagens são apresentadas e os argumentos envolvidos na contextualização do trabalho artístico. Avalio de que forma as obras mobilizam as noções de visão e de olhar que permeiam o universo da imagem e que desestabilizações são levantadas em torno destes conceitos. Finalmente, reflito sobre o que as imagens geradas por fotógrafos cegos podem nos ensinar sobre a visualidade e a variabilidade das formas de ver. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Olivia von der Weid, Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro, Brasil

Doutora em Antropologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Professora da Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro, Brasil.

Downloads

Publicado

18-05-2020

Como Citar

von der Weid, O. (2020). Fotografia de cegos: olhar além da visão. Sociedade E Cultura, 23. https://doi.org/10.5216/sec.v23i.53796

Edição

Seção

Artigos Livres