Ocupação no mundo do trabalho e o enfoque de gênero: qual o perfil do sujeito trabalhador que constrói a economia solidária no Brasil?

  • TÂNIA CRUZ UNB

Resumo

Resumo: A proposta deste artigo é delinear um perfil dos trabalhadores que representariam potenciais sujeitos do universo da economia solidária no Brasil, a partir da análise das informações geradas pelas pesquisas realizadas pelo IBGE (Pnad 2004 e Ecinf 2003). Pretende-se responder às seguintes questões: quem é o trabalhador da economia solidária? Qual é o perfil socioeconômico dos indivíduos envolvidos com atividades de economia empreendedora e solidária? Transversalizando esse debate com a leitura da categoria gênero, busca-se identificar os sujeitos que estão inseridos nas configurações abertas pelo trabalho cooperado e solidário. Embora não seja simples traçar o seu perfil, esta é uma tarefa necessária. Para tanto, devem-se redimensionar as diferentes pesquisas que já existem e/ou criar outras para captar a realidade e os limites da economia solidária em nossa sociedade hoje. Palavras-chave: economia solidária; gênero; inserção ocupacional

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

TÂNIA CRUZ, UNB
Mestre e doutoranda em Sociologia do Trabalho pela Universidade de Brasília.
Publicado
05-12-2007
Como Citar
CRUZ, T. (2007). Ocupação no mundo do trabalho e o enfoque de gênero: qual o perfil do sujeito trabalhador que constrói a economia solidária no Brasil?. Sociedade E Cultura, 9(2). https://doi.org/10.5216/sec.v9i2.479
Seção
Dossiê