O conhecimento científico e o tribalismo: a emoção do cotidiano na pós-modernidade

Autores

  • Humberto Ivan Keske Universidade Feevale
  • Mary Sandra Guerra Ashton Universidade Feevale

DOI:

https://doi.org/10.5216/sec.v14i1.15691

Palavras-chave:

pós-modernidade, modernidade, conhecimento científico, laços sociais, tribalismo

Resumo

Esse artigo propõe uma leitura das ondulações sociais observadas entre a modernidade e a pós-modernidade. Tem como objetivo compreender os laços sociais que se revelam e se estabelecem a partir da chamada pós-modernidade, criando condições para a investigação e criação de novas possibilidades de produção do conhecimento científico. Para tanto, se fundamenta nas noções desenvolvidas por Maffesoli e Morin para a análise da diversidade social, através da revisão das estratégias que estruturam esse espaço. Por se tratar de uma leitura bibliográfica das principais obras de Maffesoli no tocante à temática proposta, pretende, ainda, contribuir para os que queiram se aventurar nesse universo teórico.

 

: .

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-09-2011

Como Citar

Keske, H. I., & Ashton, M. S. G. (2011). O conhecimento científico e o tribalismo: a emoção do cotidiano na pós-modernidade. Sociedade E Cultura, 14(1), DOI: 10.5216/sec.v14i1.15691. https://doi.org/10.5216/sec.v14i1.15691

Edição

Seção

Artigos Livres