Divergências e convergências quanto ao conceito de “família” no semanário católico O São Paulo

  • Fabio Lanza Universidade Estadual de Londrina
  • Raíssa Regina Brugiato Rodrigues Universidade Estadual de Londrina
  • José Wilson Assis Neves Junior Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Sociologia das religiões, família, Ditadura Militar (1964-1985), Jornal O São Paulo

Resumo

Os debates nacionais atuais acerca do conceito de família suscitaram este artigo, que destacou o campo católico, especificamente a partir do jornal semanário católico O São Paulo – JOSP, órgão oficial da Arquidiocese paulistana, a maior do Brasil. A pesquisa identificou as convergências e as divergências a respeito dos posicionamentos ideológicos que trataram o conceito de “família” com base na compreensão e na interpretação das publicações do JOSP. A fonte documental foi analisada a partir de dois recortes temporais distintos, o das matérias vetadas pela censura prévia da ditadura militar na década de 1970 e as publicações do semanário em 2015, quando a temática se tornou emergente na agenda nacional.
Foram identificadas diferenças entre os temas abordados e os discursos das matérias no que tange a relações de gênero, casamento homoafetivo e adoção, entre outros. No entanto,
identificamos a mesma perspectiva em relação à defesa da composição chamada de “família tradicional”. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
17-12-2018
Como Citar
Lanza, F., Brugiato Rodrigues, R. R., & Assis Neves Junior, J. W. (2018). Divergências e convergências quanto ao conceito de “família” no semanário católico O São Paulo. Sociedade E Cultura, 21(2). https://doi.org/10.5216/sec.v21i2.56321
Seção
Artigos Livres