Implantação, planejamento e monitoramento do Núcleo de Apoio à Saúde da Família: um estudo nacional a partir do PMAQ-AB

  • Alline Lam Orué Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Albert Schiaveto de Souza Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Alcindo Antônio Ferla Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Débora Dupas Gonçalves do Nascimento Fiocruz
  • Mara Lisiane Moraes dos Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: Atenção primária à saúde, estratégia saúde da família, equipe de assistência ao paciente, avaliação de desempenho profissional, remuneração

Resumo

O estudo analisa a implantação, o planejamento e monitoramento do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Fundamenta-se nos dados da avaliação externa do segundo ciclo do PMAQ-AB,  agrupados segundo a classificação dos perfis de município proposta pelo IBGE, sendo a amostra composta por 18.930 equipes de saúde. A composição das equipes de apoio apresentou-se insatisfatória para a AB, contudo o planejamento conjunto das ações mostrou-se frequente, principalmente em regiões metropolitanas. A maioria das equipes revelou avaliar-se apenas através da autoavaliação do programa. O NASF foi implantado sem a devida articulação com a AB, centralizado na gestão, principalmente nas capitais, onde, entretanto, planejou suas ações de forma mais sistemática. Tal planejamento mostrou-se organizado, periódico e articulado, porém com mecanismos compensatórios por parte dos NASF nos perfis caracterizados pela vulnerabilidade socioeconômica. O monitoramento ainda é uma atividade subexplorada em todo o país, exceto quando induzidas pelo incentivo financeiro proporcional à nota das equipes participantes do programa.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
17-12-2018
Como Citar
Lam Orué, A., Schiaveto de Souza, A., Ferla, A. A., Dupas Gonçalves do Nascimento, D., & Moraes dos Santos, M. L. (2018). Implantação, planejamento e monitoramento do Núcleo de Apoio à Saúde da Família: um estudo nacional a partir do PMAQ-AB. Sociedade E Cultura, 21(2). https://doi.org/10.5216/sec.v21i2.56315
Seção
Dossiê