APARECIDA DO RIO DOCE (GO), CIDADE PEQUENA E CRIATIVIDADE NOS ESPAÇOS PÚBLICOS E DE LAZER

Autores

  • Jean Carlos Vieira Santos Professor do Mestrado em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado (TECCER/UEG/Anápolis) e dos cursos de Graduação e Tecnologia UEG Campus Caldas Novas. http://orcid.org/0000-0002-5746-1217
  • João Luiz Pereira Universidade Estadual de Goiás - UEG Câmpus Quirinópolis.
  • Adriana Roveri das Neves Universidade Estadual de Goiás - Campus Caldas Novas
  • Isabel Cristina Vilela Guerra Universidade Estadual de Goiás - Campus Caldas Novas
  • Célia Benvinda Azevedo Soares Universidade Estadual de Goiás - Campus Caldas Novas

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v21i2.60276

Resumo

Este artigo tem como chave interpretativa o deslindamento das reflexões e interpretações acerca dos enfeites natalinos urbanos feitos a partir de produtos recicláveis, numa perspectiva de valorização, identificação e contextualização criativa realizada por diferentes moradores do lugar, trazendo como recorte de pesquisa o município de Aparecida do Rio Doce, Goiás. Uma ordem importante, indispensável para esta investigação, diz respeito a fontes escritas, trabalhos de campo, questionários e entrevistas informais. Entre os resultados obtidos, constata-se que apenas 25% dos moradores têm o hábito de reciclar materiais e 90% disseram que sabem o que é reciclagem, enquanto 10% não a conhecem. Durante os trabalhos de campo, muitos sujeitos afirmaram que, depois que a prefeitura passou a enfeitar a cidade para as festividades de Natal, o local ficou mais atrativo.

Palavras-chave: Aparecida do Rio Doce; Qualidade de vida; Festa; Praça; Goiás.

Biografia do Autor

Jean Carlos Vieira Santos, Professor do Mestrado em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado (TECCER/UEG/Anápolis) e dos cursos de Graduação e Tecnologia UEG Campus Caldas Novas.

Professor do Mestrado em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado (TECCER/UEG/Anápolis) e dos cursos de Graduação UEG Campus Caldas Novas. Bolsista de Incentivo ao Pesquisador (PROBIP) da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual de Goiás (PrPUEG). Pós-doutoramento em Turismo pela Universidade do Algarve. Doutorado, Mestrado e Graduação pelo Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia. Estágio Sanduíche de Doutorado na Universidade do Algarve (Portugal).

João Luiz Pereira, Universidade Estadual de Goiás - UEG Câmpus Quirinópolis.

Graduado em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás – UEG Campus Quirinópolis. Funcionário Público da Prefeitura de Aparecida do Rio Doce – Goiás.

Adriana Roveri das Neves, Universidade Estadual de Goiás - Campus Caldas Novas

Professora dos cursos de Administração e Tecnologia em Hotelaria da Universidade Estadual de Goiás – UEG Câmpus Caldas Novas. Mestrado em Ambiente e Sociedade pela Universidade Estadual de Goiás/Câmpus Morrinhos. Foi Bolsista FAPEG.

Isabel Cristina Vilela Guerra, Universidade Estadual de Goiás - Campus Caldas Novas

Professora do curso de Administração da Universidade Estadual de Goiás – UEG Câmpus Caldas Novas. Mestrado em Ambiente e Sociedade pela Universidade Estadual de Goiás/Câmpus Morrinhos.

Célia Benvinda Azevedo Soares, Universidade Estadual de Goiás - Campus Caldas Novas

Possui graduação em Ciências Biológicas e Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Tocantins e Especialização em Métodos e Técnicas de Ensino pela Universidade Salgado de Oliveira (Goiânia). Atualmente, é professora da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Campus Caldas Novas, atuando com os seguintes temas: educação, finanças e taylorismo.

Downloads

Publicado

21-05-2020

Como Citar

SANTOS, J. C. V.; PEREIRA, J. L.; NEVES, A. R. das; GUERRA, I. C. V.; SOARES, C. B. A. APARECIDA DO RIO DOCE (GO), CIDADE PEQUENA E CRIATIVIDADE NOS ESPAÇOS PÚBLICOS E DE LAZER. Espaço em Revista, [S. l.], v. 21, n. 2, p. 69–85, 2020. DOI: 10.5216/er.v21i2.60276. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/60276. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES