O USO DOS AGROTÓXICOS NO BRASIL: suas implicações e desafio

Autores

  • Marina Benzaquem Habib Santos Faculdade de Direito Professor Jacy de Assis – UFU
  • Maria Beatriz Junqueira Bernardes Instituto de Geografia - UFU

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v20i2.57946

Resumo

Os últimos cinquenta anos ficaram evidentes, no espaço agrário brasileiro, inúmeras mudanças, diretamente ligadas ao denominado projeto de modernização da agricultura, especialmente, quanto à reestruturação produtiva no campo, que se constituiu num processo desigual de expansão do capital subsidiado pelo Estado brasileiro, de acordo com a lógica do mercado internacional. Desse modo, o governo brasileiro apoiou políticas agrícolas voltadas para modernizar algumas regiões do campo brasileiro para que elas produzissem monoculturas para atender de demanda do mercado externo e, também as agroindústrias. No entanto, a utilização massiva de agrotóxicos no Brasil não pode ser analisada sem que se considere a forte tradição latifundiária no país. Embora os pesticidas não estejam presentes somente nos grandes latifúndios, posto que também na agricultura familiar o seu uso é difundido, pode-se afirmar que grande parte da aplicação de agrotóxicos no Brasil se deve às monoculturas que, por sua vez, estão vinculadas a um modelo latifundiário de agricultura. O objetivo deste artigo é apresentar um breve histórico da relação entre o homem e os métodos de controle de pragas, bem como o modelo vigente caracterizado pelos agrotóxicos sintético, neste contexto destacar-se-á as razões históricas pelas quais o Brasil apresenta tamanha dependência de venenos agrícolas.

Palavras-chave: Agrotóxico. Latifúndio. Política brasileira. Modelo econômico.

Downloads

Publicado

29-03-2019

Como Citar

SANTOS, M. B. H.; BERNARDES, M. B. J. O USO DOS AGROTÓXICOS NO BRASIL: suas implicações e desafio. Espaço em Revista, [S. l.], v. 20, n. 2, p. 29–42, 2019. DOI: 10.5216/er.v20i2.57946. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/57946. Acesso em: 24 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)