O FIM DO CORTE MANUAL DA CANA-DE-AÇÚCAR E O "FIM" DO CORTADOR DE CANA: a conjuntura dos trabalhadores migrantes na microrregião de Ituiutaba (MG)

Autores

  • Natália Caroline Nery Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Ciências Integradas do Pontal http://orcid.org/0000-0001-7756-2077
  • Joelma Cristina dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v19i1.47881

Resumo

Resumo: A mecanização do corte da cana-de-açúcar fez com que vários migrantes residentes na região de Ituiutaba (MG) fossem obrigadas a abandonar o corte manual da cana. Os trabalhadores migrantes que tradicionalmente saíam das suas regiões de origem, em geral estados da região Nordeste - para vender sua força de trabalho em agroindústrias canavieiras do Triângulo Mineiro encontram-se em situações de desemprego ou empregos bastante precários devido à falência das usinas nas quais eles trabalhavam como cortadores de cana. Além dessas dificuldades, estes trabalhadores sofrem preconceito por parte da população local e vivem em bairros periféricos com pouca ou praticamente nenhuma infraestrutura e ainda lidam com a inferiorização de suas culturas e com as dificuldades trazidas pelas questões econômicas e sociais ligadas ao preconceito e à ínfima atuação do poder público.

Palavras chave: Mecanização, desemprego, preconceito, migrantes, precarização.

Biografia do Autor

Natália Caroline Nery, Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Ciências Integradas do Pontal

Graduanda do curso de Geografia da UFU - FACIP trabalhou durante dois anos de Graduação durante a realização de Iniciação Científica com o tema sobre a precarização do trabalho em prol da Cana de Açúcar.

Downloads

Publicado

29-10-2017

Como Citar

NERY, N. C.; SANTOS, J. C. dos. O FIM DO CORTE MANUAL DA CANA-DE-AÇÚCAR E O "FIM" DO CORTADOR DE CANA: a conjuntura dos trabalhadores migrantes na microrregião de Ituiutaba (MG). Espaço em Revista, [S. l.], v. 19, n. 1, 2017. DOI: 10.5216/er.v19i1.47881. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/47881. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)