MICRORREGIÃO DE GOVERNADOR VALADARES (MG): a dinâmica de seus fluxos migratórios

Autores

  • Daniela Martins Cunha Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG/GV
  • Maria Francisca de Araújo Gomes Centro Universitário de Caratinga- UNEC
  • Duval Magalhães Fernandes Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais- PUC Minas no Programa de pós-graduação em Geografia-Tratamento da Informação Espacial

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v19i1.47338

Resumo

O trabalho visa demonstrar a dinâmica dos fluxos migratórios que ocorreram entre os municípios constituintes da microrregião de Governador Valadares- MG e destes para as demais Unidades da Federação (UFs) pelo quesito data fixa e a base de microdados do censo demográfico do IBGE, 2010. Para isto, se utilizou como procedimentos metodológicos dois recursos principais, o SPSS pelo qual foi possível tratar os microdados do IBGE e, por consequência elaborar a matriz de migração intermunicipal da microrregião e, desta em relação às UFs.  Em seguida, pelos dados de emigração e imigração foram calculados o Saldo Migratório e o Índice de Eficiência Migratória. A síntese dos dados foi apresentada por tabelas, quadros e mapas, sendo os últimos elaborados por meio de recursos do Sistema de Informação Geográfica, especificamente pelo uso do ArcGIS 10.0TM. Os resultados demonstram, dentre outros, que na microrregião a emigração é maior que a imigração e que o município de Governador Valadares, cidade média da microrregião, caracteriza-se por perdas migratórias dentro da microrregião, da própria UF e nas demais UFs. A emigração maior que a imigração no município aponta a ineficiência de Governador Valadares enquanto uma cidade polarizadora regional e para uma carência em sua cadeia produtiva local, a qual, desenvolvida, poderia ser responsável tanto pela atração como pela retenção migratória, principalmente em uma escala microrregional.

Biografia do Autor

Daniela Martins Cunha, Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG/GV

Possui Licenciatura Plena em Geografia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caratinga (2001), especialização em Estudos Ambientais pela PUC-Minas (2003), mestrado em Extensão Rural pela Universidade Federal de Viçosa (2006) e doutoranda em Geografia- Tratamento da Informação Espacial pelo Dinter UNEC/PUC-Minas. Atualmente é professora de Climatologia e Poluição Atmosférica do Curso Técnico Integrado em Meio Ambiente e professora de Cartografia e Climatologia do Curso Superior em Tecnologia em Gestão Ambiental no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais- IFMG, campus Governador Valadares.

Maria Francisca de Araújo Gomes, Centro Universitário de Caratinga- UNEC

Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdades Metodistas Integradas Isabela Hendrix (1992), mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001), Licenciada em Geografia e educação ambiental pela UNIUBE (2011). Atualmente é horista do Instituto Doctum de Educação e Pesquisa Ltda pelo curso de Engenharia Civil e professora titular do Centro Universitário de Caratinga pelo curso de Geografia. Trabalha com arquitetura e urbanismo, com experiência em arquitetura hospitalar. Doutoranda pela PUC - Minas em Geografia, análise espacial.

Duval Magalhães Fernandes, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais- PUC Minas no Programa de pós-graduação em Geografia-Tratamento da Informação Espacial

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (1975), mestrado em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1977) e doutorado em Demografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1996).Professor visitante na Universidade Peruana Cayetano Heredia, Lima. Professor Adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, no Programa de Pós-Graduação em Geografia e no Departamento de Economia.. Tem experiência na área de Demografia, com ênfase em Mortalidade e Migração Internacional.

Downloads

Publicado

29-10-2017

Como Citar

CUNHA, D. M.; GOMES, M. F. de A.; FERNANDES, D. M. MICRORREGIÃO DE GOVERNADOR VALADARES (MG): a dinâmica de seus fluxos migratórios. Espaço em Revista, [S. l.], v. 19, n. 1, 2017. DOI: 10.5216/er.v19i1.47338. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/47338. Acesso em: 27 set. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES