O AUMENTO DO ARRENDAMENTO NA MICRORREGIÃO GEOGRÁFICA DE ITUIUTABA (MG) PARA A PRODUÇÃO DE CANA-DE-AÇÚCAR

Autores

  • Túlio Oliveira Veríssimo UFG/RC
  • Patrícia Francisca de Matos

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v17i1.34569

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo compreender a expansão da cana-de-açúcar e o aumento do arrendamento com esse processo a partir da primeira década de 2000. Para alcançar os propósitos da pesquisa, utilizaram-se procedimentos metodológicos como a pesquisa bibliográfica, a coleta de dados do Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e entrevistas qualitativas com arrendatários. Com a utilização desses procedimentos, constatou-se que a expansão da produção de cana-de-açúcar na MRG de Ituiutaba promoveu (re)configurações socioespaciais, econômicas e ambientais, reduzindo os tipos de cultivos produzidos, a valorização das terras, assim como o aumento dos arrendamentos. O arrendamento tem sido uma das formas utilizadas pelas usinas para expandir a produção de cana-de-açúcar e, consequentemente, a reprodução do capital.

Downloads

Publicado

04-05-2016

Como Citar

VERÍSSIMO, T. O.; MATOS, P. F. de. O AUMENTO DO ARRENDAMENTO NA MICRORREGIÃO GEOGRÁFICA DE ITUIUTABA (MG) PARA A PRODUÇÃO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Espaço em Revista, [S. l.], v. 17, n. 1, 2016. DOI: 10.5216/er.v17i1.34569. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/34569. Acesso em: 1 dez. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)