DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE URÂNIA – SÃO PAULO: SUBSÍDIOS PARA O PLANEJAMENTO E CONTROLE DOS PROCESSOS EROSIVOS

Autores

  • Diego Alves Oliveira Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v16i2.27999

Resumo

As erosões são impactos ambientais provocados devido ao mau uso da terra, gerando a necessidade de recuperação das áreas degradadas. A pesquisa trata do diagnóstico ambiental do Município de Urânia e as condições físicas que favorecem a ocorrência de processos erosivos. Sua metodologia se deu a partir do mapeamento do meio físico e dos processos erosivos. O objetivo da pesquisa foi construir uma base de dados georreferenciada do meio físico e analisar a ocorrência de processos erosivos no Município. Os resultados mostram uma concentração de feições erosivas em áreas de pastagem e próximas aos cursos d´água onde também estão relacionadas às estradas rurais que atravessam as áreas úmidas. Recentemente, houve uma conversão das pastagens em agricultura temporária, representado principalmente pela cana de açúcar.

Biografia do Autor

Diego Alves Oliveira, Universidade Federal de Goiás

Professor Assistente Subistituto do Departamento de Geografia Campus Catalão

Downloads

Publicado

18-03-2016

Como Citar

OLIVEIRA, D. A. DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE URÂNIA – SÃO PAULO: SUBSÍDIOS PARA O PLANEJAMENTO E CONTROLE DOS PROCESSOS EROSIVOS. Espaço em Revista, [S. l.], v. 16, n. 2, 2016. DOI: 10.5216/er.v16i2.27999. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/27999. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES