AGRICULTURA MODERNA E O PODER DE TRANSFORMAÇÃO SOCIOCULTURAL NA BACIA DO RIBEIRÃO VAI-VEM EM IPAMERI (GO): produção do estranhamento

Autores

  • Letícia Vaz Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v15i1.26203

Resumo

O trabalho consiste numa reflexão sobre a modernização da agricultura como um condicionante do processo de produção do estranhamento na bacia do ribeirão Vai-Vem em Ipameri (GO). A análise realizada é embasada pela observação visível e invisível da bacia do ribeirão Vai-Vem, que possibilita o levantamento de hipóteses sobre a efetivação de um estranhamento da sociedade para com o ribeirão em decorrência do próprio estranhamento entre Homem e Natureza. No processo de comprovação dessa hipótese infere-se que o trabalho assume um caráter mais voltado para incitar um debate sobre o tema do que essencialmente apresentar resultados e evidências.

Biografia do Autor

Letícia Vaz, Universidade Federal de Goiás

Graduada em Tecnologia e Gestão Ambiental pelo Instituto Federal Goiano - Campus Urutaí em 2009. Graduada em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar em 2013. Em andamento com o curso de Pós-Graduação, Stricto Sensu, em Geografia da Universidade Federal de Goiás.

Downloads

Publicado

26-08-2013

Como Citar

VAZ, L. AGRICULTURA MODERNA E O PODER DE TRANSFORMAÇÃO SOCIOCULTURAL NA BACIA DO RIBEIRÃO VAI-VEM EM IPAMERI (GO): produção do estranhamento. Espaço em Revista, [S. l.], v. 15, n. 1, 2013. DOI: 10.5216/er.v15i1.26203. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/26203. Acesso em: 24 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES