TRABALHO E EDUCAÇÃO: possibilidade de humanização?

Autores

  • Camila Aparecida de Campos Universidade Federal de Goiás/Campus Catalão

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v14i1.19409

Resumo

Apresentamos nesta exposição uma construção acerca do conceito de trabalho, com base em Engels e Marx, apontando as contradições acerca do trabalho na modalidade de emprego em relação a sua condição de ser um dos aspectos que garantiu nossa humanidade. Em sua origem o trabalho teve uma função, e hoje, em sua formatação atual, é instrumento do caminho oposto: a alienação e conseqüente desuso de nossas possibilidades humanas de reflexão, criatividade e mudança. Nesse sentido, a escola que apesar de ter bases no sistema do capital, pode, e deve, ser utilizada como instrumento no retorno do trabalho em seu sentido ontológico provocando a formação do homem com consciência de seu papel histórico na transformação desta sociedade que nos desumaniza.

Palavras chave: trabalho, condição humana, educação.

Downloads

Publicado

19-07-2012

Como Citar

CAMPOS, C. A. de. TRABALHO E EDUCAÇÃO: possibilidade de humanização?. Espaço em Revista, [S. l.], v. 14, n. 1, 2012. DOI: 10.5216/er.v14i1.19409. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/19409. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES