AGRICULTURA FAMILIAR, TRABALHO E ESTRATÉGIAS: a participação feminina na reprodução socioeconômica e cultural

Autores

  • Lívia Aparecida Pires de Mesquita UFG/CAC
  • Estevane de Paula Pontes Mendes Universidade Federal de Goiás/Campus Catalão

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v14i1.19382

Resumo

Resumo: Agricultura familiar é um conceito utilizado para caracterizar as unidades de produção rural, estruturadas no trabalho familiar, que se identificam pela relação entre terra, trabalho e família. As recentes transformações ocorridas no espaço agrário brasi leiro, com o advento da modernização, afetaram as pequenas e médias propriedades rurais, provocando a descapitalização e a exclusão social do pequeno agricultor familiar, o que  trouxe como conseqüência o êxodo rural. Diante desse contexto, tem sido constante a adoção de diferentes estratégias sociais e econômicas pelas unidades de produção rural familiares, o que tem viabilizado sua inserção na sociedade capitalista. Dentre essas estratégias está o trabalho feminino, que contribui de maneira significativa para a sobrevivência do grupo familiar. Frente a essa situação, a proposta desse trabalho assenta-se em compreender as características  da agricultura familiar e  as estratégias familiares adotadas por esse segmento de produtores rurais, com ênfase no trabalho feminino.  Para a realização do trabalho foi efetuada uma revisão teórico-conceitual sobre a temática e, ainda levantamento, sistematização e análise de informações de fontes secundárias. Acredita-se, que as unidades familiares têm a capacidade de elaborar novas estratégias para se adaptarem às condições econômicas e sociais na qual estão inseridas. Diante disso, há necessidade de consolidar políticas, estratégias e/ou planos diferenciados que possam assegurar elementos que possibilitem a estruturação de políticas específicas para este núcleo, o que permite criar oportunidades para as gerações futuras.

Palavras-chave: Agricultura familiar. Estratégias produtivas. Trabalho feminino.

Biografia do Autor

Lívia Aparecida Pires de Mesquita, UFG/CAC

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Goiás, Campus Catalão. Integrante do Núcleo de Estudo e Pesquisas Socioambientais (NEPSA) da Universidade Federal de Goiás, Campus Catalão. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Agrária.

Downloads

Publicado

19-07-2012

Como Citar

MESQUITA, L. A. P. de; MENDES, E. de P. P. AGRICULTURA FAMILIAR, TRABALHO E ESTRATÉGIAS: a participação feminina na reprodução socioeconômica e cultural. Espaço em Revista, [S. l.], v. 14, n. 1, 2012. DOI: 10.5216/er.v14i1.19382. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/19382. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)