A RELAÇÃO HOMEM E ESPAÇO NO PERCURSO EXISTENCIAL DE “PIANO” E “TOTINHA”

Autores

  • Maria Imaculada Cavalcante UFG

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v12i2.16958

Resumo

Resumo: Este artigo tem como objetivo fazer uma leitura topoanalítica dos contos “A enxada”, da obra Veranico de Janeiro e “Moagem”, de Caminho dos Gerais, ambos do escritor goiano Bernardo Élis. O espaço, nos contos, é um dos elementos essenciais no processo de estruturação das respectivas narrativas e vai delimitar a conduta das personagens Piano e Totinha no que se refere ao sentimento de apego a terra; a utilização da língua; os costumes, as atividades cotidianas, a relação de trabalho, os mitos, as crendices; enfim, a sua maneira particular de ver e relacionar-se com o lugar.

Palavras-chave: Literatura. Espaço. Regionalismo. Bernardo Élis.

Biografia do Autor

Maria Imaculada Cavalcante, UFG

Departamento de Letras - CAC/UFG

Àrea:Letras

Downloads

Publicado

26-01-2012

Como Citar

CAVALCANTE, M. I. A RELAÇÃO HOMEM E ESPAÇO NO PERCURSO EXISTENCIAL DE “PIANO” E “TOTINHA”. Espaço em Revista, [S. l.], v. 12, n. 2, 2012. DOI: 10.5216/er.v12i2.16958. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/16958. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)