EFAORI: uma forma alternativa de viver no campo?

Autores

  • Ana Paula Ferreira Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão
  • José Aparecido Lima Dourado UFG/CAC; UNESP/PP
  • Helena Angélica de Mesquita UFG/CAC

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v13i2.16885

Resumo

A crescente degradação dos recursos naturais e suas conseqüências colocaram, especialmente, nas últimas décadas, as questões ambientais no núcleo das discussões na mídia, congressos, escolas, universidades etc. Nesse contexto a educação assume papel primordial com o dever de levar a sociedade a refletir acerca da relação degradante entre homem e meio ambiente historicamente construída. O objetivo desse artigo é compreender como a problemática ambiental tem sido tratada na Escola Família Agrícola do município de Orizona (GO). Nesta escola rural, o objetivo é que os jovens se preparem para permanecerem no campo de maneira que possam aplicar os conhecimentos apreendidos na escola em suas propriedades. Conscientes dos danos que as práticas agrícolas convencionais causam ao meio ambiente com a poluição do solo e dos recursos hídricos por agrotóxicos, queimadas etc., surge o interesse em compreender como a questão ambiental tem sido tratada nesta escola. Para alcançar os objetivos foi feita uma visita a EFAORI para uma análise documental dos currículos escolares e dos materiais didáticos e ainda aplicação de questionários e entrevistas aos estudantes, professores e coordenação pedagógica.

Palavras-chave: Meio ambiente. Educação. EFAORI.

Downloads

Publicado

07-02-2012

Como Citar

FERREIRA, A. P.; DOURADO, J. A. L.; MESQUITA, H. A. de. EFAORI: uma forma alternativa de viver no campo?. Espaço em Revista, [S. l.], v. 13, n. 2, 2012. DOI: 10.5216/er.v13i2.16885. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/16885. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)