O MODELO ESTRATÉGICO URBANO DE "CITY MARKETING" E SUAS ESCALAS DE ATUAÇÃO

Autores

  • Atílio Marchesini Júnior Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v12i2.16858

Resumo

O presente artigo promove uma análise crítica da atuação de cidades no conceito estratégico de “City Marketing”, enquadrados em um modelo de produção e (re)construção do espaço urbano da cidade, onde há um processo de apropriação e valorização do espaço em que o lugar se transforma em uma mercadoria. Portanto, pretende-se avaliar as características e conseqüências desse processo de venda da cidade como uma mercadoria, com uma imagem singular - as chamadas “cidades-modelo” - termo colocado por Sánchez em seus trabalhos, que são responsáveis pelo norte da presente pesquisa, e que demonstram a importância de avaliar tal fenômeno característico do modelo capitalista segregador atual.

Palavras-Chave: City Marketing. Capitalismo. Valorização do Espaço. Cidades-Modelo.

Downloads

Publicado

26-01-2012

Como Citar

JÚNIOR, A. M. O MODELO ESTRATÉGICO URBANO DE "CITY MARKETING" E SUAS ESCALAS DE ATUAÇÃO. Espaço em Revista, [S. l.], v. 12, n. 2, 2012. DOI: 10.5216/er.v12i2.16858. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/16858. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES