O CERRADO GOIANO SOB MÚLTIPLAS DIMENSÕES: um território perpassado por conflitos

Autores

  • Sélvia Carneiro de Lima Universidade Federal de Goiás
  • Eguimar Felício Chaveiro Universidade Federal de Goiás/IESA

DOI:

https://doi.org/10.5216/er.v12i2.16857

Resumo

As transformações socioculturais ocorridas no território do Cerrado goiano com o advento da modernização da agricultura na década de 1970 e a articulação deste território ao capital internacional são tomadas como ponto de partida para as discussões neste artigo. Os impactos ambientais e sociais resultantes desse processo foram profundos e irreversíveis e as cidades têm se caracterizado como centros que aglutinam a tradição dos migrantes das fazendas goianas  e as legendas culturais da modernidade. É nessa dinâmica de territorialização do capital e desterritorialização dos sujeitos que os conflitos e as possibilidades de (re)invenção da cultura podem surgir. Esta pesquisa de abordagem qualitativa foi desenvolvida a partir de pesquisa bibliográfica e em trabalho de campo em alguns municípios do Sudoeste goiano. As discussões foram balizadas sobretudo numa análise que busca uma abordagem mais totalizante do Cerrado e de sua gente.

Palavras-chave: Cerrado goiano. Modernização da Agricultura. Conflitos. Transformações sociais e culturais.

Downloads

Publicado

26-01-2012

Como Citar

DE LIMA, S. C.; CHAVEIRO, E. F. O CERRADO GOIANO SOB MÚLTIPLAS DIMENSÕES: um território perpassado por conflitos. Espaço em Revista, [S. l.], v. 12, n. 2, 2012. DOI: 10.5216/er.v12i2.16857. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/espaco/article/view/16857. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS/ARTICLES