DIÁLOGOS E PRÁTICAS FEMINISTAS: AÇÕES ESTÉTICO-POLÍTICAS CONTEMPORÂNEAS

Autores

  • Denise Berruezo Portinari
  • Carlos Guilherme Mace Altmayer
  • Nina Reis Côrtes

DOI:

https://doi.org/10.5216/emb.v18i1.67852

Resumo

Os movimentos feministas contemporâneos reivindicam auto definição e auto controle de corpos e escolhas. O uso da arte, da performance, entre outros suportes estéticos é uma das principais ferramentas para a organização de suas práticas coletivas. Procurou-se relacionar diretamente teoria e prática, através do aprofundamento de dois exemplos de ações estético-políticas: a performance “Um violador em seu caminho” do Coletivo Las Tesis e o videoclipe “Eu sou peluda” da banda Guerrilha Garagem, utilizando referenciais teóricos dos estudos de gênero, sexualidade e estético-política dos corpos como, por exemplo, Judith Butler, Michel Foucault, Terry Eagleton e o manifesto do Coletivo 28 de Maio.

Publicado

24-02-2021