PATRIARCADO, RAÇA E CAPITALISMO: O HETEROSSEXISMO COMO PADRÃO DE DOMINAÇÃO, OPRESSÃO E EXPLORAÇÃO DE VIDAS LGBTI

Autores

  • Guilherme Antunes Leite Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
  • Alessandro de Melo Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

DOI:

https://doi.org/10.5216/emb.v18i1.66156

Resumo

Buscou-se a partir deste artigo, refletir as relações estruturais do padrão de dominação, opressão e exploração das LGBTI, advindo da ideologia patriarcal-racista-capitalista de reprodução do capitalismo. Para isso, tomou-se como fundamento epistêmico a perspectiva decolonial e marxista, de compreensão e análise da realidade latino-americana e brasileira. Chegou-se ao entendimento de que as adversidades vividas por LGBTI se dá pelo fato desses sujeitos transgredirem a norma de dominação heterossexista que rompe com o modelo
de família monogâmica burguesa hétero e branca. Assim, firmase a necessidade de compreensão total e radical dessas relações, visando a organização e o avanço na luta contra essas condições, isso tudo, sem perder o horizonte revolucionário de emancipação de todas as pessoas, sobretudo das LGBTI.

Publicado

24-02-2021