HOMOSSEXUALIDADE E EXPRESSÕES EM GRAFITOS ESCOLARES

Autores

  • Adriano Rogério Cardoso UEMS-UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MATO GROSSO DO SUL
  • Tânia Regina Zimmermann

DOI:

https://doi.org/10.5216/emb.v18i1.63950

Resumo

Esse artigo busca refletir sobre a homossexualidade expressa em grafitos escolares. Nesses espaços  pessoas resistem, transitam, transgridem, não se fixam aos padrões identitários, sócio culturais cisheteronormativos hegemônicos. Trata-se de uma pesquisa descritiva exploratória de caráter qualitativo, utilizando elementos de Análise Crítica do Discurso (ACD) para a discussão das imagens. Os resultados apontam para a carência de discussões sobre a homossexualidade na educação e a necessidade de hodiernar sobre o respeito pelas diferenças identitárias. Faz-se necessário discussões sobre questões de gênero e de sexualidades nos processos educacionais, nas bases curriculares nacionais, estaduais, municipais e nos processos de formação de professores(as) para a produção de respeito a diversidade, sensibilidades empáticas capazes de formar valores importantes às novas gerações.

Publicado

24-02-2021