Comunicação & Informação https://www.revistas.ufg.br/ci <div style="text-align: justify;">&nbsp;</div> <div style="text-align: justify;">Comunicação &amp; Informação é uma publicação, em fluxo contínuo, do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Faculdade de Informação e Comunicação, da Universidade Federal de Goiás.&nbsp;Criada em 1998, como um novo espaço de divulgação da produção científica nacional e internacional nas áreas de Comunicação e Ciência da Informação. A revista foi avaliada com Qualis B2 (avaliação de 2016).</div> <div style="text-align: justify;">&nbsp;</div> <div style="text-align: justify;">&nbsp;</div> pt-BR <p><span>Os autores dos trabalhos publicados na revista <strong><em><span>Comunicação e Informação</span></em></strong> retêm os direitos autorais sem restrições e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultâneo licenciado sob a </span><span style="text-decoration: underline;"><a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/br/" target="_blank">Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial</a></span> <span>que permite o compartilhamento do trabalho </span>para fins não comerciai<span>s com reconhecimento da autoria e o </span><span>privilégio de publicação primeiramente por esta </span><span>revista</span><span>. </span><span>Caso o texto venha a ser publicado posteriormente em outro veículo, solicita-se aos autores informar que o mesmo foi originalmente publicado como artigo na revista Perspectiva, bem como citar as referências bibliográficas completas dessa publicação.</span></p><p><span>Os direitos autorais dos artigos pertencem aos autores e o conteúdo dos artigos assinados é de responsabilidade exclusiva dos autores.</span></p><p><span>A revista se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com o intuito de manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores.</span></p><p><span>A revista também se reserva o direito de traduzir o artigo, no todo ou em parte, para o inglês ou para o português, dependendo do idioma em que o artigo tenha sido escrito originalmente.</span></p><div class="yj6qo ajU"><div id=":1io" class="ajR" data-tooltip="Mostrar conteúdo cortado"><img class="ajT" src="https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif" alt="" /></div></div> revistacomunicainforma@gmail.com (Lara Satler) keyla_faria@ufg.br (Keyla de Faria) qui, 25 jul 2019 14:45:36 +0000 OJS 3.1.1.4 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Dialogismo, personagem e ressignificações: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/52984 <p><span style="font-size: medium;">O presente artigo visa realizar uma análise fílmica de <em>Tudo sobre minha mãe</em> (1999), de Pedro Almodóvar, estando atento principalmente à representação e à construção das personagens no longa. À luz dos conceitos de dialogismo e polifonia (BAKHTIN, 2006; 2010; 2011; STAM, 1992), percebemos como o filme constrói pontes dialógicas com outros sujeitos discursivos, como o gênero melodramático, e de que forma a recepção crítica jornalística percebe e trabalha essa relação. Compreender as trocas tensionais de sentidos que daí se desprendem resulta em uma leitura mais democrática e enriquecedora da obra, das personagens de Almodóvar e do cinema, que se configura como um meio relevante de produção de significados – que são constantemente repensados, revalorizados e ressignificados neste jogo entre vozes distintas.</span></p> Marcelo de Lima, Luiz Antonio Mousinho ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org.br/licenses/by/4.0 https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/52984 qua, 19 jun 2019 00:00:00 +0000 A rede epistêmica virtual da Amazônia: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/43462 <p>Esta pesquisa procura refletir e entender como os atores epistêmicos dos Programas de Pós-Graduação na Amazônia estão incorporando a cibercultura e apropriando-se da ciberrealidade para se relacionar virtualmente e produzir conhecimento explícito de forma mutuamente compartilhada. A metodologia constitui um processo que permite a apropriação do objeto, da problemática e da proposição em um conjunto de ações que tem no elemento hiperlink sua manifestação central para constituição da esfera empírica de investigação, e na Teoria das Redes seu instrumental de reflexão. As conclusões iniciais induzem um processo em que se destacam dois pontos: a falta de comunicação e a inexistência de uma articulação da produção epistêmica em rede.</p> Tarcízio Macedo, Luiz Roberto Vieira Jesus ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org.br/licenses/by/4.0 https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/43462 qui, 25 jul 2019 00:00:00 +0000 O fascínio pelos mistérios da ciência: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/52863 <p class="western" align="justify"><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: small;">Este estudo se insere nas investigações que se preocuparam em compreender as relações entre o jornalismo e a produção científica e tecnológica mundial. Tanto a ciência quanto o jornalismo se caracterizam por um suposto foco na objetividade, ou seja, na tentativa de eliminar o sujeito enquanto agente criador das produções nessas esferas. Entretanto, ao imaginarem a ciência sendo veiculada para um público amplo, os jornalistas se valem do fascínio pelos mistérios da ciência para chamar a atenção do público. Assim, tivemos por objetivo investigar como textos publicados no portal </span></span><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: small;"><em>G1</em></span></span><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: small;"> intencionaram provocar fascínio na audiência. Analisamos todos os textos da editoria</span></span><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: small;"><em> Ciência e Saúde</em></span></span><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: small;"> do portal </span></span><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: small;"><em>G1</em></span></span><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: small;"> publicados entre 23 de junho e 25 de julho de 2016 e selecionamos os textos que continham aspectos curiosos que podem despertar fascínio pela audiência, que vão além de simplesmente noticiar um acontecimento. Encontramos 35 textos que versavam sobre astronomia, saúde e história natural. Concluímos que eles são caracterizados pelos aspectos fascinantes da ciência, sendo que muitos dos textos têm a capacidade de trazer reflexões profundas sobre o Universo, a consciência, a vida e a morte. </span></span></p> Ricardo Henrique Almeida Dias ##submission.copyrightStatement## https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/52863 sex, 11 out 2019 14:51:19 +0000 Transparência pública e acesso à informação: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/53137 <p>A Constituição Federal estabeleceu o princípio da publicidade que traz em si a característica da transparência pública e a garantia de acesso à informação a todo cidadão. A Lei de Acesso à Informação - LAI, criada em 2011, e regulamentada, no Estado da Paraíba, através do Decreto Estadual nº 33.050/2012, é uma ferramenta importante para a sociedade cobrar a transparência pública e o acesso às informações públicas. Este estudo tem como objetivo analisar a transparência pública na Universidade Estadual da Paraíba - UEPB. Esta pesquisa caracteriza-se como estudo de caso, de natureza qualitativa, exploratória e descritiva, pesquisa bibliográfica e documental. Após as análises dos resultados, encontrou-se na UEPB uma ampla adequação ao Decreto Estadual nº 33.050/2012, fato este que não induz a assertiva de que toda instituição pública segue os mesmos padrões.</p> Maria das Graças Gonçalves Vieira Guerra, Kliandra de Almeida Galdino Carvalho ##submission.copyrightStatement## https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/53137 sex, 11 out 2019 00:00:00 +0000 Articulação internacional das atingidas e dos atingidos pela Vale S.A.: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/48711 <p>Parte-se da hipótese de que a Articulação Internacional das Atingidas e Atingidos pela Vale, criada em 2009 por intelectuais de movimentos sociais, sindicais e outras organizações, constrói uma rede em&nbsp;escala internacional para promover estratégias de enfrentamento aos impactos socioambientais&nbsp;causados pela mineradora Vale S.A. As ações ocorrem por meio de redes sociais, como blog e&nbsp;facebook, e nas ruas, com protestos, manifestações e seminários. Com base na matriz gramsciana,&nbsp;observamos que a Articulação Internacional das Atingidas e Atingidos pela Vale faz um trabalho de&nbsp;desvelamento dos consensos construídos pela hegemonia da empresa a respeito da sua ação no campo&nbsp;da sustentabilidade. Assim, ao dar visibilidade aos impactos socioambientais provocados pela&nbsp;mineradora, contribui para forçar mudanças sociais.</p> Célia Regina Trindade Chagas Amorim, Larissa Pereira Santos ##submission.copyrightStatement## https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/48711 sex, 11 out 2019 15:25:33 +0000 Diversidade cultural no contexto organizacional https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/55133 <p>O presente estudo tem como objetivo fazer um levantamento bibliométrico acerca das publicações sobre a diversidade cultural nas organizações na área de Administração nos últimos dez anos utilizando-se da base de dados da&nbsp;<em>Scopus</em>. A metodologia utilizada foi a pesquisa exploratória, com abordagem quantitativa, adotando-se a bibliometria como instrumento de coleta para fazer o levantamento das publicações na área da Administração. Como resultados, a pesquisa alcançou um número de cento e setenta e seis artigos publicados no período de 2008 a 2017, constatou que os Estados Unidos foi o país que mais investiu em trabalhos científicos sobre diversidade cultural, e apurou que, as universidades europeias, com destaque para as austríacas e holandesas, se destacaram em número de pesquisas nos anos explorados.&nbsp;</p> Pablo Marlon Medeiros da Silva, César Ricardo Maia de Vasconcelos ##submission.copyrightStatement## https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/55133 sex, 11 out 2019 15:29:34 +0000 Gestor, o novo perfil do jornalista nas assessorias de comunicação no Ceará: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/47785 <p>Esta pesquisa trata das novas tendências de mercado relacionadas aos profissionais da área de jornalismo, como o empreendedorismo. Objetiva compreender como a tecnologia e o empreendedorismo têm transformado o mercado jornalístico e exigido novas competências desse profissional. Embasa-se em uma revisão literária focada em analisar a influência de diversos fatores, como a internet e a globalização, na formação e nas habilidades exigidas aos jornalistas na era digital e também em um estudo de caso sobre a Caramelo Comunicação e <em>Coworking.&nbsp;</em>A empresa em questão se encaixa na temática da pesquisa por ser uma agência de comunicação integrada, idealizada e administrada por profissionais de comunicação, entre eles um jornalista.</p> Lia Moreira Farias, Vânia Maria Magalhães Tajra ##submission.copyrightStatement## https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/47785 sex, 11 out 2019 15:31:32 +0000 A educação empreendedora em questão: a experiência do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Pampa https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/53242 <p>Este artigo discute o empreendedorismo no ensino universitário. Praticamente ignorada pela maioria dos cursos e universidades até fins do século XX, a questão empreendedora vem conquistando espaço no meio acadêmico e hoje integra o currículo de graduações que até recentemente não exibiam nenhuma intimidade com a temática. Fundamentado por bibliografia pertinente e dados sobre a crise da empregabilidade no cenário contemporâneo, o estudo constata que as instituições de ensino superior veem-se impelidas a oferecer formação que assegure melhores oportunidades profissionais e salários mais satisfatórios a seus egressos. Também discute o compromisso das universidades com o desenvolvimento regional e apresenta o caso específico da Universidade Federal do Pampa, com destaque para o programa de educação empreendedora e a orientação ao empreendedorismo no curso de Jornalismo. Conclui com dados de uma pesquisa aplicada sobre o mercado de trabalho e as perspectivas profissionais dos egressos.</p> Leandro Ramires Comassetto ##submission.copyrightStatement## https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/53242 ter, 26 nov 2019 00:00:00 +0000 Narrativas em disputa: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/54452 <p class="ABNTCorpo">A discussão sobre as questões de gênero tem atraído atenção de diversos segmentos da sociedade, alcançado visibilidade na mídia e nas redes sociais, além de ser alvo de disputas ideológicas e políticas na esfera pública. No Brasil, desde 2015, no campo da educação, observa-se um acirramento dessas disputas em razão da aprovação do Plano Nacional de Educação, que devido à pressão de setores conservadores do Congresso Nacional, retirou a palavra "gênero" do documento final. Essa supressão teve repercussão nos estados e municípios e representou um retrocesso na luta pelo combate à misoginia, sexismo, homofobia, transfobia e outras discriminações. Entendendo a mídia como um mecanismo complexo de representação social, utilizando a metodologia da Análise Crítica da Narrativa Jornalística, a pesquisa buscou compreender como foram construídas as narrativas jornalísticas em jornais on-line do Tocantins, sobre as controvérsias e disputas envolvendo a proibição da discussão de gênero nas escolas municipais de Palmas/TO por ocasião da publicação da Medida Provisória nº 06/2016 que alterou o Plano Municipal de Educação. No enredo construído, a partir dos acontecimentos narrados pelos veículos pesquisados, destacaram-se cinco discursos que caracterizaram a forma como as questões de gênero foram abordadas neste contexto.&nbsp; A reprodução discursos religiosos e equívocos no uso de termos relacionados ao tema, ficou evidente. As matérias jornalísticas, em sua grande maioria não provocaram uma efetiva discussão de questões pertinentes ao tema, revelando apenas a reprodução dos fatos e das falas dos envolvidos.</p> Ana Paula dos Santos, Cynthia Mara Miranda ##submission.copyrightStatement## https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/54452 qui, 28 nov 2019 00:00:00 +0000 A adoção de Online Product Recommendations (OPRS) e a decisão de compra em social commerce https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/55805 <p>As OPRs vêm ganhando espaço nos estudos de Sistema de Informação e Marketing, pois auxiliam os consumidores no processamento de informações e na preferência por atributos (LIU; KARAHANNA, 2017), na redução da incerteza (WANG et al., 2016; XU; YAO, 2015; ZHANG et al, 2014) e na busca por suprir as limitações do <em>e-commerce </em>(BAEK et al., 2015). Considerando a importância das OPRs no processo decisório, a escassez de pesquisas que abordam a temática e de instrumentos de pesquisa relacionados a temática no contexto nacional, este estudo teve como objetivo aplicar um instrumento de medição de adoção de OPRs pelos consumidores, proposto por Xu e Yao (2015), verificando sua adaptabilidade ao contexto brasileiro. Dessa forma, esta pesquisa caracteriza-se de natureza descritiva, baseada no método de pesquisa <em>survey</em>. O questionário, após tradução e pré-teste, foi aplicado a 149 indivíduos. Como técnica estatística foi usada a análise fatorial exploratória, onde identificou-se quatro fatores com carga fatorial e confiabilidade interna adequadas, com 15 questões. A utilização de instrumentos de medição da adoção de recomendações de produtos <em>online</em> torna-se relevante na pesquisa que envolva a compreensão dos preditores ligados a características da mensagem e do ambiente de informação na adoção de OPRs</p> Carolina Schneider Bender, Mauri Leodir Löbler, Eliete dos Reis Lehnhart, Rafaela Dutra Tagliapietra ##submission.copyrightStatement## https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/55805 sáb, 30 nov 2019 01:25:25 +0000 As competências comunicacionais e os profissionais da comunicação https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/52935 <p>A vivência em uma sociedade informatizada com relações interpessoais desenvolvidas, cada vez mais, por meio das tecnologias de comunicação e informação são o cenário para o desenvolvimento deste artigo, cujo objetivo é compreender como profissionais e estudantes de comunicação lidam com questões contemporâneas relacionadas diretamente a competências comunicacionais. Para tanto, utilizou-se de dois caminhos metodológicos: pesquisa bibliográfica sobre tecnologias digitais de comunicação, nova ecologia dos meios e competências em comunicação, e aplicação de questionário com profissionais e estudantes de comunicação. Como resultado, verificou-se a presença de competências que envolvem o diálogo e o relacionamento interpessoal, que não necessariamente serão praticadas por meio das tecnologias digitais de comunicação.</p> Mariany Schievano Granato, Roseane Andrelo, Vitor Brumatti, Fernanda Almeida ##submission.copyrightStatement## https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/52935 sáb, 30 nov 2019 00:00:00 +0000