A gestão do conhecimento holística

análise de aderência do modelo de Costa (2005)

Autores

  • Fabio Corrêa Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, fabiocontact@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-2346-0187
  • Cláudio Paixão Anastácio de Paula Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, claudiopap@eci.ufmg.br. https://orcid.org/0000-0001-9587-2191
  • Fabrício Ziviani Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, fazist@hotmail.com
  • Danilo de Melo Costa Fundação Mineira de Educação e Cultura (FUMEC), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, danilo.costa@prof.una.br
  • Maria Zuleila Carmona Regino Campos Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) ), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, zuleila@gmail.com.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v23.61910

Palavras-chave:

Gestão do Conhecimento, Paradigma Holístico, Análise de Conteúdo

Resumo

Pontua o paradigma holístico como um padrão científico necessário para tratar os problemas da ciência contemporânea e imperativo para o desenvolvimento de modelos de Gestão do Conhecimento. Assim, esta pesquisa ajusta estes dois campos e apresenta a Gestão do Conhecimento holística, sob o objetivo de analisar a aderência do modelo de Costa (2005) a essa forma de gestão, visando identificar se tal estrutura supre a lacuna de um modelo ancorado nos preceitos deste paradigma. Para atingimento do objetivo proposto é empregada a abordagem quali-quantitativa, fazendo uso da Análise de Conteúdo e quantificação percentílica, respectivamente. Por resultado, o modelo de Costa (2005) adere-se em 61,5 pontos percentis à Gestão do Conhecimento holística, o que permite inferir que a lacuna de um modelo holístico para a Gestão do Conhecimento ainda não foi suprida, considerando a análise específica desse modelo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabio Corrêa, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, fabiocontact@gmail.com

Doutor e Mestre em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento. Possui MBA em Engenharia de Software e Governança de Tecnologia da Informação e Graduação em Sistemas de Informação. Atuação como Professor do Curso de Graduação da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) e Centro Universitário Newton Paiva em disciplinas como Algoritmos e Estrutura da Dados, Programação de Computadores, Editoração Gráfica e Eletrônica, Introdução a Sistemas de Informação, Computadores e Sociedade, Introdução a Computação, Gerência de Projetos, Fundamentos de Ciências Exatas, Engenharia de Software e Arquitetura de Computadores. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Informação, e Ciência da Informação, com ênfase em Gestão do Conhecimento.

Cláudio Paixão Anastácio de Paula, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, claudiopap@eci.ufmg.br.

Claudio Paixão Anastácio de Paula possui doutorado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (2005), mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (1999), graduação em Psicologia (Habilitação em Psicologia Clínica) pela Fundação Mineira de Educação e Cultura (1994) e bacharelado e licenciatura em Psicologia pela Fundação Mineira de Educação e Cultura (1993). Atualmente é Professor Associado do Departamento de Teoria e Gestão da Informação (DTGI) da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e desenvolve a pesquisa ?Dimensões simbólicas e afetivas da informação: construindo um repertório de práticas de investigação? na ECI/UFMG. É coordenador do GEDII (Gabinete de Estudos da Informação e do Imaginário, no PPGCI/ECI/UFMG), dedicando-se a pesquisas que abordam temas relacionados aos comportamentos e práticas informacionais e dimensões simbólicas do uso da informação. É pesquisador do GECCI (Grupo de Estudos Cognitivos em Ciência da Informação, na ECI/UFMG) e do EPIC (Estudos de Práticas Informacionais e Cultura, na ECI/UFMG), ambos vinculados ao PPGCI/UFMG. É também coordenador do curso de especialização em "Gestão da Informação e Pessoas" (GIP) do Núcleo de Informação Tecnológica e Gerencial (NITEG) da ECI/UFMG. Possui capítulos de livros e artigos publicados sobre Abordagem Clínica da Informação (ACI), inconsciente, imaginação, informação, imaginário, gestão do conhecimento, pós-modernidade, novas tecnologias, psicoterapia, saúde, educação para a saúde, saúde mental, psicologia junguiana, identidade brasileira, administração, empreendedorismo e psicologia organizacional. Inclui, entre suas experiências, atividades junto à ACT. Inc. (Companhia especializada em avaliação e certificação educacional, ocupacional e profissional) no Brasil e em sua sede em Iowa City, USA. Tendo atuado nesse período como coordenador de projetos para a Secretaria de Estado de Educação (MG), da Secretaria Estadual de Planejamento (MG) e da FIEMG. Foi um dos criadores do Curso de Psicologia da Faculdade FEAD. Atua nas áreas de Gestão do Conhecimento e Psicologia, com ênfase em Relações Simbólicas nas Organizações. Em seu currículo Lattes os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Abordagem Clínica da Informação (ACI), subjetividade, dimensões simbólico-afetivas da informação, gestão do conhecimento, psicologia analítica, estudos junguianos, psicologia organizacional, empreendedorismo, gestão de pessoas e Jung. Possui uma longa experiência como psicólogo clínico atuando em consultório particular. Foi Membro do Comitê Executivo da International Association for Junguian Studies e Membro Fundador da EMDR-Brasil (Associação Brasileira de EMDR - Eye Movement Desensitization and Reprocessing), instituição filiada à EMDRIA (EMDR International Association).

Fabrício Ziviani, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, fazist@hotmail.com

Doutor em Ciência da Informação pela UFMG (2012). Possui Mestrado em Administração Pública - Gestão da Informação pela Escola de Governo - Fundação João Pinheiro (2005), Especialização em Gestão de Tecnologia pela Universidade Estácio de Sá (2001) e Graduação em Administração com Habilitação Análise de Sistemas pelo Centro Universitário do Espírito Santo (1999). Atualmente é professor Adjunto I do Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento da Universidade FUMEC. Professor Adjunto VI da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) atuando na Faculdade de Políticas Públicas. Professor convidado da Fundação Dom Cabral FDC. Possui quinze anos de experiência na formação de profissionais e executivos nas diferentes áreas de negócios. Associado individual da SBGC, ANPAD e ANCIB. Coordenado do GT4- Gestão da Informação e do Conhecimento da ANCIB. Mais de 50 artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais. Atua principalmente nas áreas de Gestão do conhecimento e da Informação; Inovação; Ciência da Informação; Redes de Colaboração e Aprendizagem; Liderança e Gestão de Pessoas e Transferência de Tecnologia e Conhecimento.

Danilo de Melo Costa, Fundação Mineira de Educação e Cultura (FUMEC), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, danilo.costa@prof.una.br

Doutor em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG, Brasil) com doutorado sanduíche pela York University (YorkU, Canadá). Possui capacitação em Strategic Management pela Harvard University (Cambridge, Estados Unidos), Mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC, Brasil) e graduação em Sistemas de Informação pelo Centro Universitário UNA (Brasil). É Coordenador Estratégico dos Cursos de Gestão da Regional MG-GO no Grupo Ânima de Educação e Professor, com ênfase para formação executiva, dos cursos de MBA do Centro Universitário Una e Centro Universitário Uni-Bh, tendo lecionado para mais de 100 turmas. É sócio-administrador da empresa D3 Consulting, que presta consultoria independente nas áreas de Gestão, Tecnologia e Engenharia. Foi Coordenador, Professor e Membro Permanente, e hoje é Professor Colaborador do Programa de Mestrado Profissional em Administração do Centro Universitário UNA. No âmbito da pesquisa, o Prof. Danilo Coordena o Projeto financiado FAPEMIG APQ-02118-17 e é membro de três grupos de pesquisas internacionais: Society of Transnational Academic Researchers (STAR), Comparative and International Education Society (CIES, University of Chicago, Estados Unidos) e Red Ibero-americana de Coperación en Conocimiento e Innovación, é associado no Council of Franklin Members da London Journal Press, além de editor associado do Journal Higher Education Politics & Economics (HEPE), mantido pela Old Dominon University (Virginia, EUA). Autor de mais de 100 artigos publicados em periódicos e congressos nacionais e internacionais, possui interesse nas áreas de Governança, Finanças Públicas, Gestão Pública, Inovação (teorias, metodologias, processos, gestão e internacionalização); Presenteísmo; Liderança; Estratégia e Competitividade; Redes Empresariais; Gestão da Tecnologia da Informação; Gestão de Processos; Teorias das Organizações; Coolhunting; Empreendedorismo; Governança de TI (ITIL e CobiT) e Gestão Universitária (Brasileira e Estrangeira).

Maria Zuleila Carmona Regino Campos, Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) ), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, zuleila@gmail.com.

Mestre em Administração pela PUC-MG (2008), MBA Empresarial pela Fundação Dom Cabral (2005), Especialização lato sensu pela Universidade Federal de Minas Gerais / Escola de Ciência da Informação (1998), ênfase em Planejamento e Gestão em Ciência e Tecnologia e Capacitação em Gestão Estratégica de Tecnologia pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo FEA/USP, graduada em Administração de Empresas, com habilitação em Comércio Exterior pela UNA. Aposentada pela Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), onde atuou em diversas áreas, destacando-se as áreas de Gestão Estratégica de Tecnologia e Energias Alternativas (Gestão de projetos de pesquisa e desenvolvimento) e a Universidade Corporativa da CEMIG (UNIVERCEMIG). Na primeira, as atividades envolveram a coordenação de programas institucionais de projetos de pesquisa e desenvolvimento na área de energia, a assessoria na implantação de Programa de Gestão Estratégica de Tecnologia na CEMIG, a realização de pesquisa de cenários setoriais, ações de prospecção e identificação de tecnologias e alternativas energéticas aplicáveis aos negócios da CEMIG e contato com universidades e centros de pesquisas para estabelecimento de contratos e convênios. Na UNIVERCEMIG, participou da concepção e implantação da universidade corporativa e atuou na coordenação dos processos de Andragogia. Pesquisador nos projetos de P&D D466 - ?Desenvolvimento Sistema de Gestão do Conhecimento Tecnológico da Cemig? e P&D D0594 ? ?Modelagem de fatores antecedentes e requisitos de Modelo automatizado de medição e monitoramento do Sistema de Gestão da Qualidade da Cemig?, ambos do programa Cemig-Aneel.

Referências

ABBASZADEH, M. A.; EBRAHIMI, M.; FOTOUHI, H. Developing a causal model of critical success factors for knowledge management implementation. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON EDUCATION AND MANAGEMENT TECHNOLOGY, 10., Cairo, Egypt. Anais [...]. Cairo, Egypt: ICEMT, 2010 p. 701-705.

AKHAVAN, P.; JAFARI, M.; FATHIAN, M. Critical success factors of knowledge management systems: A multi-case analysis. European Business Review, v. 18, n. 2, p. 97-113, 2006.

AL-MABROUK, K. Critical success factors affecting knowledge management adoption: A review of the literature. In: INNOVATIONS IN INFORMATION TECHNOLOGY, 2006, Dubai. Anais [...]. Dubai: IEEE, 2006.

ALTAHER, A. M. Critical success factors of implementation knowledge management process. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON INFORMATION SOCIETY, 2010, Londres. Anais [...]. Londres: IEEE, 2010. p. 340-348.

ANGGIA, P.; SENSUSE, D. I.; SUCAHYO, Y. G.; ROHAJAWATI, S. Identifying critical success factors for knowledge management implementation in organization: a survey paper. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON ADVANCED COMPUTER SCIENCE AND INFORMATION SYSTEMS, 2013, Bali, Indonésia. Anais [...]. Bali, Indonésia: IEEE, 2013. p. 83-88.

ARIF, M. J.; SHALHOUB, M. H. B. Critical success factors with its effective role in knowledge management initiatives in public and private organizations in saudi Arabia: experts perspectives. Life Science Journal, v. 11, n. 6, p. 636-645, 2014.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Ed. 70, 1977.

BUKOWITZ, W. R.; WILLIAMS, R. L. Manual de gestão do conhecimento: ferramentas e técnicas que criam valor para a empresa. São Paulo: Bookman, 2002.

CAPRA, F. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. 9. ed. São Paulo: Cultrix, 2000.

CAPRA, F.; LUISI, P. L. A visão sistêmica da vida: uma concepção unificada e suas implicações filosóficas, políticas, sociais e econômicas. São Paulo: Cultrix, 2014.

COSTA, P. E. C. Desenvolvimento de um modelo de gestão do conhecimento para a melhoria do processo de desenvolvimento de produtos. 2005. 107 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, UFRN, 2005. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15069. Acesso em: 7 nov. 2018.

CREMA, R. Introdução à visão holística: breve relato de viagem do velho ao novo paradigma. 6. ed. São Paulo: Summus, 2015.

DAVENPORT, T. H.; DE LONG, D. W.; BEERS, M. C. Successfull knowledge management projects. Sloan Management Review, v. 39, n. 2, p. 43-57, 1998.

DESCARTES, R. Discurso do método. Porto Alegre: L&PM, 2017.

FLACH, C. R. C.; BEHRENS, M. A. Paradigmas educacionais e sua influência na prática pedagógica. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 8. ; CONGRESSO IBERO-AMERICANO SOBRE VIOLÊNCIAS NA ESCOLA, 3., 2008, Curitiba. Anais [...]. Curitiba: PUC-PR, 2008.

FLICK, U. Uma introdução à pesquisa qualitativa. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2004.

FTEIMI, N. Analyzing the literature on knowledge management frameworks: Towards a normative knowledge management classification schema. In: EUROPEAN CONFERENCE ON INFORMATION SYSTEMS, 23., 2015, [S. l.]. Anais [...]. [S. l.]: ECIS 2015, 2015.

GAI, S.; XU, C. Research of critical success factors for implementing knowledge management in China. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON INFORMATION MANAGEMENT, INNOVATION MANAGEMENT AND INDUSTRIAL ENGINEERING, 2009, Xi'an, China. Anais [...]. Xi'an, China: IEEE, 2009. p. 561-564.

HEISIG, P. Harmonisation of knowledge management – comparing 160 KM frameworks around the globe. Journal of Knowledge Management, v. 13, n. 4, p. 4-31, 2009.

HOLSAPPLE, C. W.; JOSHI, K. D. Description and analysis of existing knowledge management frameworks. In: ANNUAL HAWAII INTERNATIONAL CONFERENCE ON SYSTEMS SCIENCES, 32., 1999, Maui, EUA. Anais [...].Maui, EUA: IEEE, 1999. p. 15.

KUHN, T. S. A estrutura das revoluções científicas. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 1998.

KUMAR, S.; SINGH, V.; HALEEM, A. Critical success factors of knowledge management: modelling and comparison using various techniques. International Journal of Industrial and Systems Engineering, v. 21, n. 2, p. 180-206, 2015.

LIN, Y-C.; LIN, L-K. Critical success factors for knowledge management studies in construction. In: INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON ROBOTICS AND AUTOMATION IN CONSTRUCTION, 23., 2006, Tóquio. Anais [...]. Tóquio: IAARC, 2006. p. 768-772.

MACIEL, C.; SILVA, A. Gerenciando pessoas utilizando modelos holísticos. Revista da Administração Contemporânea, v. 12, n. 1, p. 35-58, 2008.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 5. ed. São Paulo: Hucitec, 1998.

NAGHAVI, M.; DASTAVIZ, A. H.; NEZAKATI, H. Relationships among critical success factors of knowledge management and organizational performance. Journal of Applied Sciences, v. 13, n. 5, p. 755-759, 2013.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. 10. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

PEREIRA, M. F. A gestão organizacional em busca do comportamento holístico. In: ANGELONI, M. T. (org.). Organizações do conhecimento: infra-estrutura, pessoas e tecnologia. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2017.

RUBENSTEIN-MONTANO, B.; LIEBOWITZ, J.; BUCHWALTER, J.; MCCAW, D.; REBECK; K. A systems thinking framework for knowledge management. Decision Support Systems, v. 31, n. 1, p. 5-16, 2001.

SEDIGHI, M.; ZAND, F. Knowledge management: review of the critical success factors and development of a conceptual classification model. INTERNATIONAL CONFERENCE ON ICT AND KNOWLEDGE ENGINEERING, 10., 2012, Bangkok, Tailândia. Anais [...]. Bangkok, Tailândia: IEEE, 2012. p. 1-9.

SKYRME, D.; AMIDON, D. The knowledge agenda. Journal of Knowledge Management, v. 1, n. 1, p. 27-37, 1997.

TERRA, J. C. C. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

TUAMSUK, K.; PHABU, T.; VONGPRASERT, C. Knowledge management model of community business: Thai OTOP Champions. Journal of Knowledge Management, v. 17, n. 3, p. 363-378, 2013.

VALMOHAMMADI, C. Investigation and assessment of critical success factors of knowledge management implementation in Iranian small-to-medium sized enterprises. Journal of Applied Sciences, v. 10, n. 19, p. 2290-2296, 2010.

VERGARA, S. C. Sobre a intuição na tomada de decisão. Cadernos EBAP, n. 62, 1993.

WAI, Y. M.; HONG, A. N. H.; DIN, S. B. Critical success factors and perceived benefits of knowledge management implementation: Towards a conceptual framework. Australian Journal of Basic and Applied Sciences, v. 5, n. 10, p. 754-760, 2011.

WEIL, P. O novo paradigma holístico: ondas a procura do mar. In: BRANDÃO, D. M. S.; CREMA, R. (orgs). O novo paradigma holístico: ciência, filosofia, arte e mística. São Paulo: Summus, 1991. p. 14-38.

WONG, K. Y. Critical success factors for implementing knowledge management in small and medium enterprises. Industrial Management & Data Systems, v. 105, n. 3, p. 261-279, 2005.

WONG, K. Y; ASPINWALL, E. An empirical study of the important factors for knowledge-management adoption in the SME Sector. Journal of Knowledge Management, v. 9, n. 3, p. 64-82, 2005.

ZIEBA, M.; ZIEBA, K. Knowledge management critical success factors and the innovativeness of KIBS companies. Engineering Economics, v. 25, n. 4, p. 458-465, 2014.

Downloads

Publicado

17-12-2020

Como Citar

CORRÊA, F.; PAULA, C. P. A. de; ZIVIANI, F.; COSTA, D. de M.; CAMPOS, M. Z. C. R. A gestão do conhecimento holística: análise de aderência do modelo de Costa (2005). Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 23, 2020. DOI: 10.5216/ci.v23.61910. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/61910. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos