Imagicidades telejornalísticas

Palavras-chave: imagem, telejornalismo, paradigma, mídia

Resumo

O presente ensaio trata da questão da imagem como ferramenta informativa e de constituição de enunciações jornalísticas. Categoriza as naturezas imagéticas mais comuns encontradas nas narrativas jornalísticas. Discute a relação hierarquizada entre imagem e texto. Observa os usos comuns desta forma de expressão na contemporaneidade com relação às novas mídias, percebendo criação de retóricas levianas de foco convergente a determinados grupos. Reflete sobre o caráter universal da imagem e seu uso mais ético e seguro na constituição de enunciações telejornalísticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Fernando Franco, Universidade Federal do Tocantins
Professor adjunto do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Tocantins

Referências

ARBEX JÚNIOR, José. Showrnalismo: a notícia como espetáculo. São Paulo: Casa Amarela, 2001

AUMONT, Jacques. A imagem. São Paulo: Papirus, 2006

FRANCO, Carlos F. M. Temporalidades audiovisuais. São Paulo: Livronovo, 2010

HOINEFF, Nelson. A nova televisão. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1996

KILPP, Suzana. Audiovisualidades nas mídias. Viamão: Entremeios, 2009

MACHADO, Arlindo. A televisão levada a sério. São Paulo: Senac, 2000

PATERNOSTRO. Vera Íris. O texto na tv: manual de telejornalismo. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006

Publicado
06-12-2018
Como Citar
Franco, C. (2018). Imagicidades telejornalísticas. Comunicação & Informação, 21(3), 123-135. https://doi.org/10.5216/ci.v21i3.47039
Seção
Artigos