Quando as notícias mais compartilhadas são falsas: a circulação de boatos durante a semana do impeachment no Facebook

Autores

  • Carlos Sanchotene Universidade Federal de Santa Maria
  • Ada Cristina Machado da Silveira Universidade Federal de Santa Maria
  • Suélen de Lima Lavarda Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v20i3.46950

Palavras-chave:

Circulação de notícias, Boatos, Impeachment, Facebook

Resumo

Na semana que antecedeu a votação da abertura do processo de Impeachment da Presidente Dilma Rousseff, três das cinco notícias mais compartilhadas no Facebook eram falsas. Este trabalho busca analisar a circulação das três notícias e sua propagação a partir dos comentários de leitores por meio da observação assistemática. Em um primeiro momento abordamos as características dos boatos para, em seguida, discutir as redes sociais digitais e a circulação de boatos. A partir dos comentários foram identificadas três categorias de leitores: questionadores, apoiadores e alertas. Entre os resultados, apontamos que as especificidades do ambiente digital potencializam a propagação de informações falsas, sobretudo pela velocidade de difusão dos conteúdos e pelo potencial de alcance a inúmeros indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Sanchotene, Universidade Federal de Santa Maria

Pós-doutor em Comunicação (UFSM). Doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas (UFBA). Mestre em Ciências da Comunicação (UNISINOS).

Ada Cristina Machado da Silveira, Universidade Federal de Santa Maria

Professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação (UFSM). Pesquisadora do CNPq.

Suélen de Lima Lavarda, Universidade Federal de Santa Maria

Acadêmica bolsista da Universidade Federal de Santa Maria

Referências

GRUPO DE PESQUISA EM POLÍTICAS PÚBLICAS DE ACESSO À INFORMAÇÃO DA USP. Disponível em: http://gpopai.usp.br/. Acesso em: 02 jun. 2016.

HEINRICH, A. Network Journalism. Nova Iorque: Routledge, 2011.

IASBECK, L. C. Os boatos - Além e aquém da notícia. Lumina, Juiz de Fora, v.3, n.2, jul./dez. 2000.

JENKINS, H.; FORD, S.; GREEN, J. Spreadable Media: Creating Value and Meaning in a Networked Culture (Postmillennial Pop). Nova Iorque: NYU Press, 2013.

LULA DEIXA BRASÍLIA ÀS PRESSAS AO SABER DE NOVA FASE DA LAVA-JATO. SERIA UM MANDADO DE PRISÃO?. 13 abr. 2016. Fanpage Diário do Brasil. Disponível em: <https://www.facebook.com/DiariodoBrasil/posts/1191224050942217>. Acesso em 10 jun. 2016.

POLÍCIA FEDERAL QUER SABER OS MOTIVOS PARA DILMA DOAR R$ 30 BILHÕES A FRIBOI. 13 abr. 2016. Fanpage pensa Brasil. Disponível em: <https://www.facebook.com/PensaBrasil/posts/1786948538202591>. Acesso em 20 mai. 2016.

PRESIDENTE REGIONAL DO PDT ORDENA QUE MILITÂNCIA PRÓ-DILMA VÁ ARMADA NO DOMINGO: “ATIRAR PARA MATAR”. 14 abr. 2016. Fanpage Diário do Brasil. Disponível em: <https://www.facebook.com/DiariodoBrasil/posts/1191902627541026>. Acesso em 04 jul 2016.

RECUERO, R. Redes sociais na Internet, difusão de informação e jornalismo: elementos para discussão. In: SOSTER, D.; SILVA, F. F. da. (Orgs.). Metamorfoses jornalísticas 2: a reconfiguração da forma. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2009.

RENARD, J.-B. Um gênero comunicacional: os boatos e as lendas urbanas. Revista FAMECOS: mídia, cultura e tecnologia, v. 1, n. 32, 2007.

REULE, D. A dinâmica dos rumores na rede: a web como espaço de propagação de boatos virtuais. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Informação), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2008.

ROUQUETTE, M.-L. Le syndrome de rumeur. Communications, nº 52, 1990, pp. 119–123.

SUNSTEIN, Cass. A verdade sobre os boatos – como se espalham e como acreditamos neles. Rio de Janeiro: ELSEVIER, 2010.

ZAGO, G. da S. “Boatos que Viram Notícia: Considerações sobre a Circulação de informações entre Sites de Redes Sociais e Mídia Online de Referência”. In: XI Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul, 2010, Novo Hamburgo. Anais... Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/regionais/sul2010/resumos/R20-0675-1.pdf. Acesso em: 02 jun. 2016.

Downloads

Publicado

31-12-2017

Como Citar

SANCHOTENE, C.; MACHADO DA SILVEIRA, A. C.; DE LIMA LAVARDA, S. Quando as notícias mais compartilhadas são falsas: a circulação de boatos durante a semana do impeachment no Facebook. Comunicação &amp; Informação, Goiânia, Goiás, v. 20, n. 3, p. 99–112, 2017. DOI: 10.5216/ci.v20i3.46950. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/46950. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos