O que há de especificamente comunicacional na religião?

Autores

  • Herivelton Regiani Universidade Federal de Santa Maria, RS
  • Viviane Borelli Universidade Federal de Santa Maria, RS.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v19i2.36846

Palavras-chave:

Religião. Comunicação. Midiatização. Campos sociais.

Resumo

A partir de distintas abordagens do fenômeno religioso pelas ciências sociais e humanas, indaga-se sobre a contribuição específica do olhar comunicacional sobre o campo religioso. Em função do papel preponderante que a mídia exerce recentemente, considera-se que o conceito de midiatização possibilita uma aproximação teórica e metodológica entre esses campos. Para problematizar a religião como objeto de estudo específico para o campo científico da comunicação, faz-se uma revisão bibliográfica para discutir alguns conceitos centrais para o estudo: objeto da comunicação, campos e midiatização. A reflexão aponta que o olhar comunicacional sobre o objeto religioso incide especificamente sobre os aspectos que evidenciam o processo de midiatização da religião.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Herivelton Regiani, Universidade Federal de Santa Maria, RS

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria, RS.

Viviane Borelli, Universidade Federal de Santa Maria, RS.

Professora do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Santa Maria. Doutora em Ciências da Comunicação pela Unisinos.

Referências

ARMSTRONG, Karen. Uma história de Deus: quatro milênios de busca do judaísmo, cristianismo e islamismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

BORELLI, Viviane (org.). Mídia e religião: entre o mundo da fé e o do fiel. Rio de Janeiro: E-Papers, 2010.

BOURDIEU, Pierre. O Poder Simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

BRAGA, José Luiz. Constituição do campo da comunicação. Verso e Reverso, São Leopoldo, RS, vol. 25, n.58, p.62-77, jan/abr. 2011. Disponível em: <http://revistas.unisinos.br/index.php/versoereverso/article/view/924>. Acesso em: 22 Jul 2015.

___________. Mediatização como processo interacional de referência. Animus, Santa Maria, RS, vol. 5, n.2, p.9-35, jul/dez. 2006.

FAUSTO NETO, Antonio. Fragmentos de uma “analítica” da midiatização. Matrizes, São Paulo, vol.1, n.2, p. 89-105, abr. 2008. Disponível em: <http://www.matrizes.usp.br/index.php/matrizes/article/view/88>. Acesso em 22 Jul 2015.

FRANÇA, Vera Veiga. O objeto da comunicação: a comunicação como objeto. In: HOHLFELDT, A.; MARTINO, L.; FRANÇA, V. Teorias da comunicação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

MARTINO, Luiz C. Interdisciplinaridade e objeto de estudo da comunicação. In: HOHLFELDT, A.; MARTINO, L.; FRANÇA, V. Teorias da comunicação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

MARTINO, Luis Mauro Sa. A pesquisa em mídia e religião no Brasil: articulações teóricas na formação de uma área de estudos. Comunicação & Inovação, São Caetano do Sul, SP, v. 15, n. 29, p. 81-93, jul/dez. 2014. Disponível em: <http://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_comunicacao_inovacao/article/view/2791>. Aceso em: 22 Jul 2015.

RODRIGUES, Adriano Duarte. Experiência, modernidade e campo dos media. Biblioteca On Line de de Ciências da Comunicação. Portugal, 1999. Disponível em: <http://www.bocc.ubi.pt/pag/rodrigues-adriano-expcampmedia.pdf>. Acesso em 22 Jul 2015.

SIGNATES, Luiz. O que é especificamente comunicacional nos estudos brasileiros de comunicação da atualidade? In: BRAGA, J. L.; FERREIRA, J. ; FAUSTO NETO, A.; GOMES, P. G. (orgs.). Dez perguntas para a produção de conhecimento em comunicação. São Leopoldo, RS: Ed. Unisinos, 2013.

SILVERSTONE, Roger. Por que estudar a mídia? São Paulo: Edições Loyola, 2002.

VERÓN, Eliseo. Teoria da midiatização: uma perspectiva semioantropológica e algumas de suas consequências. Matrizes, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 13-19, jan/jun. 2014. Disponível em: <http://www.matrizes.usp.br/index.php/matrizes/article/view/561>. Acesso em: 22 Jul 2015.

____. Fragmentos de um tecido. São Leopoldo, RS, Editora Unisinos, 2004.

WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Pioneira, 1996.

Downloads

Publicado

31-12-2016

Como Citar

REGIANI, H.; BORELLI, V. O que há de especificamente comunicacional na religião?. Comunicação &amp; Informação, Goiânia, Goiás, v. 19, n. 2, 2016. DOI: 10.5216/ci.v19i2.36846. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/36846. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos