Teatro 2 - Um teleteatro de experimentação, difusão e resistência

Autores

  • Antonio de Andrade Universidade Metodista de São Paulo
  • Cicilia K. Peruzzo Universidade Metodista de São Paulo
  • Sandra Reimão Universidade Metodista de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v12i1.10871

Palavras-chave:

Teleteatro, Teatro 2, Televisão brasileira

Resumo

O artigo retoma uma época importante da história da televisão brasileira, o início das transmissões televisivas em 1950, e em especial, a transmissão dos teleteatros, pois estes programas foram os mais prestigiados pela televisão daquela época, tornando-se mesmo a própria definição da televisão na década de 1950. Através de pesquisa bibliográfica, foi identificado que o declínio do teleteatro aconteceu a partir de 1962, com a chegada do videotape e, com ele, o surgimento das telenovelas diárias que cada vez mais ganharam espaço entre os telespectadores. Sob a perspectiva da importância dos teleteatros para a televisão brasileira, surge em 1974 o projeto Teatro 2 na Televisão Cultura, sob a criação de Nydia Lycia. Esse projeto se tornou um dos mais bem sucedidos na busca da reintegração dos teleteatros na programação televisiva, trazendo adaptações de textos literários importantes para a TV. Contribuindo para o aumento e incentivo do interesse do público para a cultura teatral e a literária, além de proporcionar abertura da televisão para vários outros segmentos culturais e estéticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

11-08-2010

Como Citar

ANDRADE, A. de; PERUZZO, C. K.; REIMÃO, S. Teatro 2 - Um teleteatro de experimentação, difusão e resistência. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 12, n. 1, p. 78–90, 2010. DOI: 10.5216/c&i.v12i1.10871. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/10871. Acesso em: 2 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos