POR UMA OUTRA SUSTENTABILIDADE UM DIÁLOGO ENTRE LEFEBVRE E O PENSAMENTO DECOLONIAL

TOWARDS ANOTHER SUSTAINABILITY A DIALOGUE BETWEEN LEFEBVRE AND THE DECOLONIAL THOUGHT

Autores

  • Ester Limonad Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v41.70787

Resumo

Após quase meio século de seu surgimento a sustentabilidade segue sedutora e polêmica, apesar das muitas críticas. Seu caráter vago permite conferir uma dimensão aparentemente neutra a questões diversões. E, igualmente, permite sua apropriação indiscriminada para fins diversos, sob a justificativa de atender a um bem maior. Então, por que reconsiderá-la?  Para reencontrar “a unidade entre a linguagem e a vida real, entre a ação que muda a vida e o conhecimento”, cumpre, “nada menos que a conquista da cotidianidade” e a superação da ruptura homem-natureza. Portanto, este ensaio procede a um exercício teórico de entrelaçar as propostas processuais de Lefebvre (1991b), Bloch (2004) com a interculturalidade decolonial, para repensar a sustentabilidade em um viés transformador alternativo, com um olhar crítico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-11-24

Como Citar

LIMONAD, E. POR UMA OUTRA SUSTENTABILIDADE UM DIÁLOGO ENTRE LEFEBVRE E O PENSAMENTO DECOLONIAL: TOWARDS ANOTHER SUSTAINABILITY A DIALOGUE BETWEEN LEFEBVRE AND THE DECOLONIAL THOUGHT. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 41, n. 1, 2021. DOI: 10.5216/bgg.v41.70787. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/bgg/article/view/70787. Acesso em: 28 maio. 2022.